O trabalho entre gerações

Metade da população está, hoje, ocupando um cargo melhor do que o pai ou a mãe. Mas essa ascensão não significa que a família não tenha influência sobre o futuro profissional dos rebentos. Um novo estudo do IBGE, com base nos dados de 2014 da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (Pnad), mostra que a escolaridade da mãe pesa muito sobre o salário do filho. Pessoas com a mesma escolaridade têm rendimentos médios muito diferentes, podendo até dobrar a depender do nível de instrução da mãe. Confira, abaixo, os dados da pesquisa sobre mobilidade profissional entre as gerações.

!function(e,t,s,i){var n=”InfogramEmbeds”,o=e.getElementsByTagName(“script”),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?”http:”:”https:”;if(/^\/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(“script”);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,”infogram-async”,”//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js”);

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s