A despedida de Dilma e a estreia de Temer, minuto a minuto

Acompanhe o desenrolar da despedida (temporária) de Dilma Rousseff (PT) e a estreia do peemedebista Michel Temer na condução do país

São Paulo – Depois de mais de 20 horas de debates no Senado, o Brasil amanheceu nesta quinta-feira (12) com o peso do afastamento de um governo de 13 anos e meio de legado, junto com expectativas em torno do que está por vir.  

Acompanhe o desenrolar da despedida (temporária) de Dilma Rousseff (PT) e a estreia de Michel Temer (PMDB) na condução do país. 

12/05/2016 – 21:19

Termina aqui a cobertura ao vivo de EXAME.com

Role pelo blog ao vivo para ver como foi o primeiro dia de governo Temer, incluindo os discursos e protestos contra ele.

12/05/2016 – 21:17

Manifestação vai se encaminhando para o final

O grupo de manifestantes andou pela Avenida Paulista no sentido Consolação, seguido de perto por um cordão de isolamento da Polícia Militar. Conforme caminhavam, eram liberados trechos da via.

Carros de som encerraram discursos e foram embora, mas manifestantes voltam para casa em ritmo mais lento. Metrôs e lanchonetes estão abertas, mas o trânsito é bastante ruim, inclusive para ônibus.

O movimento foi pacífico, não houve confrontos entre manifestantes ou com a PM registrados pela reportagem de EXAME.com. Algumas pichações contra Temer são as únicas ressalvas. 

12/05/2016 – 20:32

Manifestante picha “Fora, Temer” em prédio na Paulista

12/05/2016 – 20:26

“Governo Dilma não acabou”, diz manifestante

Maria Lúcia Marcondes Macedo, 45 anos, assistente social, veio porque acha que se as pessoas não saírem para a rua, o Brasil não terá nem eleições em 2018.

“O governo Dilma não acabou. Quem acabou foi o governo golpista”, disse ela.

12/05/2016 – 20:20

“Lutas pelas conquistas, até o final”, brada manifestante

“Hoje a gente assou o pato e trancou o escritório. Mas se não entenderem o recado, nós vamos tomar essa FIESP, nós vamos tomar esses escritórios”, diz manifestante do alto do carro de som.

“De onde veio 35 mil pessoas vêm muito mais. Vamos deixar uns recados bem dados: primeiro pra todos os golpistas, do Temer aos empresários, vamos dizer bem alto: não passarão!”

12/05/2016 – 20:14

Avenida Paulista tem 35 mil pessoas, segundo organização

Protesto ocupa a Avenida Paulista da região do Trianon até a Rua da Consolação. A organização fala agora em 35 mil pessoas.

Grande parte pertence ao movimento estudantil da capital, mas há um grupo de cerca de 3 mil palestinos, representando minorias, por exemplo. Ocupação Chico Mendes e MTST também marcam presença.

Rap e gritos de ordem marcam a marcha. As pessoas vestem vermelho e avança pela Paulista gritando “se não pode com a formiga, não atice o formigueiro”.

12/05/2016 – 20:07

A editora Tatiana Vaz está na Av. Paulista

De lá, ela acompanha ao vivo o protesto contra Temer e o impeachment.

12/05/2016 – 18:57

Protestos seguem em São Paulo

Manifestantes contra o impeachment da Avenida Paulista se concentram na altura do MASP, ocupando os dois sentidos da via.

A Secretaria de Segurança Pública não divulga contagem até o momento.

 

12/05/2016 – 18:16

Temer encerra seu pronunciamento

“Um bom Brasil para todos nós”, finaliza o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB)

12/05/2016 – 18:15

Temer fala agora

“Não fale em crise, trabalhe”: placa que Temer viu em São Paulo será outro dos lemas de seu governo, segundo o próprio.

12/05/2016 – 18:15

Temer fala agora

“O nosso lema é Ordem e Progresso”

12/05/2016 – 18:13

Temer fala agora

“Temos pouco tempo, mas, se nos esforçarmos, é o suficiente para as reformas que o Brasil precisa.”

12/05/2016 – 18:11

Temer fala agora

O presidente em exercício diz que hoje não é um momento de celebração, mas, sim, de profunda reflexão.

“Não podemos olhar para frente com olhos de ontem. Devemos olhar para frente com o olhar do futuro”, diz.

12/05/2016 – 18:08

Temer fala agora

“Toda vez que nos desviamos dos padrões jurídicos, criamos instabilidade social e política. Por isso insisto na invocação do texto constitucional.”

12/05/2016 – 18:06

Temer fala agora

“Tomaremos políticas adequadas para incentivar o comércio e a indústria”, diz. “Precisamos reduzir o desemprego.”

12/05/2016 – 18:02

Temer fala agora

“Quanto mais cedo formos capazes de requlibrar as contas públicas, mais rápido poderemos retomar o crescimento.”

Ele cita o corte de ministérios e a intenção de restringir cargos comissionados como forma de reduzir o Estado.

“Precisamos atingir a democracia da eficiência”, diz. “Quero contar com o trabalho dos senhores ministros, do parlamento e do povo brasileiro.”

12/05/2016 – 18:00

Temer fala agora

“Temos que governar em conjunto [com o Congresso]. Vamos precisar muito da governabilidade, que é o apoio do povo. Tem que colaborar e aplaudir as medidas que iremos tomar”, diz Temer.

“Nosso esforçoes estarão centrados na melhoria dos processos administrativos. A moral pública será buscada por meio de controle de desvios.”

12/05/2016 – 18:00

Temer fala agora

Michel Temer diz que a Operação Lava Jato deve continuar e ser protegida.

12/05/2016 – 17:58

Temer fala agora

“Esta agenda difícil, complicada, será balizada, de um lado pelo diálogo, e de outro pela conjugação de esforços. Temos que governar em conjunto”

12/05/2016 – 17:57

Temer fala agora

“A modificação que queremos fazer tem como objetivo o pagamento das aposentadorias e a geração de empregos”.

12/05/2016 – 17:57

Temer fala agora

“Temos de organizar as bases do futuro. Muitas matérias estão em tramitação no Congresso Nacional. Uma delas é a revisão do pacto federativo. Estados e municípios precisam ter autonomia verdadeira, sob a égide de uma federação real, não como vemos hoje.”

12/05/2016 – 17:56

Temer fala agora

“Nenhuma das reformas alterará os direitos conseguidos pelos cidadãos brasileiros.”

12/05/2016 – 17:55

Temer fala agora

“Manteremos os programas sociais: Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Família, Pronatec, Fies.”

12/05/2016 – 17:54

Temer fala agora

“Ao estado compete cuidar da segurança, da saúde, da educação. Dos espaços e setores fundamentais que não podem sair da órbita pública. O restante deve ser compartilhado com a iniciativa privada. Com integração entre trabalhadores e empregadores.”

12/05/2016 – 17:53

Temer fala agora

“Unidos poderemos enfrentar os desafios desse momento de grande dificuldade. Reintero que é urgente pacificar a nação e unificar o Brasil. É urgente fazermos um governo de salvação nacional.”

12/05/2016 – 17:52

Confiança

Michel Temer diz que sua primeira palavra ao povo brasileiro é “confiança”.

“Confiança nos valores que formam o caráter de nossa gente, na vitalidade de nossa democracia, na recuperação da economia, nos potenciais do nosso país”.

12/05/2016 – 17:49

Quem são os ministros de Temer

Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania
Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Bruno Araújo, ministro das Cidades
Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil
Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
Fábio Medina Osório, Advocacia-Geral da União (AGU)
Fernando Coelho Filho, ministro de Minas e Energia.
Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia e Comunicações
Helder Barbalho, ministro da Integração Nacional.
Henrique Eduardo Alves, ministro do Turismo
Henrique Meirelles, ministro da Fazenda
José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente
José Serra, ministro das Relações Exteriores
Leonardo Picciani, ministro do Esporte
Marcos Pereira, ministro da Indústria e Comércio.
Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil
Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura
Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
Raul Jungmann, ministro da Defesa
Ricardo Barros, ministro da Saúde
Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho
Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

12/05/2016 – 17:48

Temer começa a falar

12/05/2016 – 17:47

Dois novos ministros

Foram empossados mais dois ministros, além dos anunciados.

Fernando Bezerra Filho, em Minas e Energia, e Helder Barbalho, em Integração.

12/05/2016 – 17:34

São empossados os ministros de Temer

Cada um dos nomes já divulgados são anunciados e assinam termo de posse para ocupar ministérios.

A equipe de Dilma já foi exonerada no Diário Oficial desta quinta-feira (12).

12/05/2016 – 17:33

Cerimônia de Posse

É iniciada a cerimônia de posse dos ministros.

12/05/2016 – 17:30

Temer chega ao Palácio do Planalto

Pronunciamento deve acontecer em instantes.

12/05/2016 – 17:30

Presidente do STF está no Senado

Ricardo Lewandowski chegou pouco depois das 16 horas desta quinta-feira (12) ao Senado, onde assumirá a presidência da Casa Legislativa para fins de julgamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Lewandowski chega ao Senado para transmissão da presidência

12/05/2016 – 17:19

Temer está a caminho do Palácio do Planalto

Novo atraso no pronunciamento.

12/05/2016 – 17:00

Manifestações contra Michel Temer começam às 17 horas

Estão marcadas para agora manifestações contra o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB).

Em São Paulo, reduto político do peemedebista, o ato está marcado para a Avenida Paulista, com concentração no Vão Livre do MASP.

O evento no Facebook do grupo “Povo sem medo” conta com 12 mil confirmados e 29 mil interessados. Contabilizando o anúncio de outros movimentos sociais, há manifestações marcadas em nove estados.

VEJA A NOTA DO MOVIMENTO

Primeira grande mobilização contra o governo golpista de Michel Temer!
Vamos todos as ruas!
Golpistas, fascistas não passarão!!!
Golpistas, fascistas não governarão!!!

Temer Jamais! Resistir nas ruas por direitos!

Essa semana trouxe um desfecho para o projeto golpista. A articulação que começou logo após o fim do segundo turno das eleições de 2014 e culminou com o afastamento da Presidente Dilma Roussef alcançou seu resultado lançando mão de todos os meios possíveis.

Teve como grande articulador um ex-presidente da Câmara envolvido em inúmeros escândalos de corrupção, apoiado por um poder judiciário especializado em vazar provas de maneira parcial e uma mídia que não se envergonhou em assumir a posição de defensora do golpe.

As milhares de pessoas que foram às ruas nas últimas semanas para defender a democracia sabem que o que estava em jogo não era apenas a substituição de uma presidente. O golpe armado representa também o início de uma escalada de repressão aos lutadores e lutadoras e carta branca para ascensão de um ajuste econômico ainda mais cruel para os trabalhadores.

Michel Temer quer passar a figura de pacificador do país. Nós tomaremos as ruas para dizer que não haverá paz para a Casa Grande! Não aceitaremos um presidente ilegítimo fruto de um golpe! Não aceitaremos uma Ponte para o Passado que pretende retirar direitos trabalhistas, ampliar a privatização e cortar programas sociais!

Aqui Está o Povo Sem Medo! A saída é pela Esquerda!

12/05/2016 – 16:48

O trabalho do ex-ministro não acabou

12/05/2016 – 16:17

Temer muda horário de pronunciamento

Fala deve acontecer apenas às 17 horas.

12/05/2016 – 16:00

Eduardo Cunha não ia perder a chance de alfinetar

12/05/2016 – 15:45

Janaina Paschoal faz declaração sobre afastamento de Dilma

“Conseguimos, por meio de um processo pacífico, mostrar ao nosso País que é possível fazer uma revolução sem armas e sem sangue”, disse a jurista à Rádio Estadão.

Conseguimos fazer uma revolução sem armas, diz Janaína

12/05/2016 – 15:37

Nenhuma mulher comanda ministérios de Temer

Ex-ministros de Dilma Rousseff criticaram a lista de Temer. 

“O novo ministério é um retrato do que eles pensam. É retrato do desrespeito com a mulher e da falta de compromisso com a questão social”, avaliou o ex-ministro da Secretaria de Governo Ricardo Berzoini.

A primeira reunião do grupo deve acontecer na manhã desta sexta-feira (12).

Temer anuncia ministério com pastas a menos e nenhuma mulher

12/05/2016 – 14:48

Joaquim Barbosa critica o afastamento de Dilma

O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa criticou hoje (12) a tramitação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

“Como explicar ao mundo uma troca de comando tão espetacular? Nada sutil, apenas com a estampa de normalidade, como essa que está ocorrendo no dia de hoje. Como explicar ao mundo uma mudança tão brutal sem que ele, o maior interessado, o povo, tenha sido sequer cogitado como partícipe desse debate” afirmou. 

12/05/2016 – 14:34

Sarney, Itamar e Temer: nenhum venceu uma eleição

12/05/2016 – 14:30

As reações da imprensa internacional ao afastamento de Dilma

12/05/2016 – 14:15

Confira a íntegra do discurso de Dilma Rousseff

Presidente afastada se manifestou no Palácio do Planalto no início da tarde desta quinta-feira (12).

“Sofro a dor da injustiça, mas não esmoreço”, diz Dilma

12/05/2016 – 13:57

Michel Temer discursa às 15h30

Por volta das 15h30, o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB) deve discursar sobre sua gestão. 

Devem ser anunciados ministros (veja a lista) e programas de governo.

Temer anuncia ministros e Meirelles é confirmado na Fazenda

12/05/2016 – 12:56

Temer cai em trote de rádio argentina e fala com “Macri”

É muito provável que a primeira entrevista de Michel Temer como presidente interino do Brasil tenha sido concedida “por acidente” a uma rádio argentina. 

De acordo com publicações argentinas, Temer foi vítima de um trote. Pensou que falava com Mauricio Macri, presidente do país, mas na realidade estava em uma entrevista da rádio El Mundo

No áudio, Temer diz que irá divulgar o nome dos ministros em breve e que está “preocupado com a situação, mas com muito entusiasmo”. 

Ouça:

Temer cai em trote de rádio argentina e fala com “Macri”

12/05/2016 – 12:34

“Ordem e Progresso” é novo slogan de governo

O governo de Michel Temer (PMDB) terá um novo slogan. Depois do “Pátria Educadora”, vem aí o “Ordem e Progresso”. Sim, o mesmo lema da bandeira brasileira. 

As primeiras imagens foram divulgadas pelo jornal Folha de S.Paulo e pela jornalista Andréia Sadi, da GloboNews. 

12/05/2016 – 12:00

No fim, mais abraços

Dilma termina discurso para simpatizantes. O texto era parecido com o já dito, mas feito de forma mais informal. 

“Agradeço nesse momento triste o único momento de alegria, agora eu vou abraçar o que eu tenho de abraçar até o fim”, disse. 

12/05/2016 – 11:55

“Nós somos dignas”

Dilma lembrou a luta das mulheres “guerreiras”:

“Essas mulheres eu tenho consciência que honrei. Temos algo em comum, nós somos dignas”

12/05/2016 – 11:52

“Eles irão acabar com programas sociais”

“O programa que foi eleito é o que garante as políticas sociais. Hoje, o que eles estão tentando é acabar ou regredir com as políticas sociais”, disse Dilma. 

“Usam vários, mas vários qualificativos para explicar que vão reduzir até acabar com elas [as políticas sociais]”.

12/05/2016 – 11:49

Dilma: golpe é vingança de Cunha

Dilma diz claramente que impeachment é golpe de Cunha. “Não sou mulher pra aceitar esse tipo de chantagem”. 

Ela afirma que abertura do impeachment é consequência de não ter aceito livrar Cunha de processo. 

12/05/2016 – 11:46

Lula acompanha Dilma

Dilma discursa para manifestantes. Ao seu lado, o ex-presidente Lula. 

“Eu não cometi crime de responsabilidade. Estou sendo objeto de uma grande injustiça”, disse aos simpatizantes. 

12/05/2016 – 11:45

Um abraço e um beijo pra você

Dilma agradece manifestantes e diz que o dia é triste, “mas vocês conseguem fazer com que a tristeza diminua”.

“A tristeza é porque tivemos uma hora trágica no nosso país. A jovem democracia brasileira está sofrendo um golpe”. 

12/05/2016 – 11:43

Jaques Wagner: “Dilma continua sendo presidenta”

O ex-ministro Jaques Wagner disse em entrevista ao GloboNews que “Dilma continua sendo presidenta”. 

12/05/2016 – 11:41

Dilma recebe manifestantes que se aglomeram no Planalto

12/05/2016 – 11:40

Temer assina notificação

Michel Temer também recebeu o primeiro-secretário Vicentinho Alves (PR-TO) e foi notificado que irá assumir a Presidência. 

12/05/2016 – 11:39

Manifestantes se aproximam de Dilma

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, manifestantes contrários ao impeachment derrubaram um alambrado para se aproximarem da presidente Dilma Rousseff. 

Nesse momento, Dilma recebe flores e abraços de simpatizantes. 

12/05/2016 – 11:35

“Dilma guerreira da Pátria brasileira”

Dilma sai cercada por uma multidão que grita “Dilma guerreira da Pátria brasileira”. Manifestantes levam cartazes com os dizeres “É Golpe”. 

12/05/2016 – 11:34

Dilma deixa o Palácio do Planalto

A presidente afastada deixa o Planalto acompanhada de equipe ministerial. 

12/05/2016 – 11:30

A democracia é o lado certo da história

12/05/2016 – 11:29

A luta pela democracia não tem data para terminar

“Aos brasileiros que se opõem ao golpe, faço um chamado: mantenham-se mobilizados. A luta pela democracia não tem data para terminar”. 

12/05/2016 – 11:28

Lutei a vida inteira pela democracia

“Lutei a vida inteira pela democracia. (…) Confesso que nunca seria necessário lutar de novo por um golpe em nosso país. Nossa democracia jovem, feita de sacrifícios e mortes, não merece isso”. 

12/05/2016 – 11:27

Sofro a dor da injustiça, mas não esmoreço

“Já sofri a dor indizivel da tortura, a dor da doença. Hoje, eu sofro a dor da injustiça”, diz. “Mas não esmoreço. Olho para trás e vejo tudo que fizemos. Olho para frente e vejo tudo o que ainda está por fazer”, diz

12/05/2016 – 11:26

Vou lutar até o fim

“Tenho orgulho de ser a primeira mulher eleita presidenta do Brasil”, diz. “Honrei meu mandato e vou lutar com todos os meios para cumprir meu mandato até o fim, até o dia 31 de dezembro de 2018”. 

12/05/2016 – 11:25

Um governo que nasce do golpe não é legítimo

“Maior risco para o país é ser dirigido pelo governo dos sem-voto. Por um governo que não terá a legitimidade para propor soluções para os desafios do Brasil”, diz. “Um governo que nasce de um golpe será ele próprio a grande razão da crise política do país”. 

12/05/2016 – 11:24

Golpe é contra conquistas

“Ao destituir meu governo querem impedir a execução do programa escolhido pelos votos dos 54 milhões de brasileiros e brasileiras. O golpe ameaça levar não só a democracia, mas as conquistas das últimas décadas”

12/05/2016 – 11:22

Tratam como crime ato corriqueiro de gestão

“Tratam como crime ato corriqueiro de gestão. (…) A lei não existe minha participação no Plano Safra. Meus acusadores naõ podem sequer dizer que ato cometi”.

“Jamais em uma democracia um presidente pode ter seu mandado interrompido” por atos corriqueiros.

12/05/2016 – 11:21

“Os atos que pratiquei foram atos legais, corretos, atos necessários, atos de governo, atos identicos foram cometidos por presidentes que me antecederam. Não era crime na época deles, não é crime agora”

12/05/2016 – 11:21

Nunca aceitei chantagens de qualquer natureza

“Posso ter cometido erros, mas não cometi crimes”

12/05/2016 – 11:20

Não há injustiça mais devastadora que condenar inocente

“Jamais compactuei com a corrupção. Esse é um processo frágil, juridicamente inconsistente. È a maior das brutalidades cometida contra um ser humano: puni-lo por um crime que não cometeu”

12/05/2016 – 11:19

Meu governo é alvo de sabotagem

“Quando uma presidente eleita é cassada sob a acusação de um crime que não cometeu o nome que se dá a isso não é impeachment, é golpe”. 

12/05/2016 – 11:18

Eis os riscos do impeachment

“Diante da decisão do Senado, eu quero mais uma vez esclarecer os fatos e denunciar os riscos para o país de um impeachment fraudulento, um verdadeiro golpe”

12/05/2016 – 11:17

O que está em jogo é …

“O que está em jogo no processo de impeachment não é apenas o meu mandato, o que está em jogo é o respeito às urnas, à vontade soberana do povo brasileiro e à Constituição.

O que está em jogo são as conquistas dos últimos 13 anos, os ganhos das pessoas mais pobres e da classe média, a proteção às crianças, os jovens chegando às universidades e às escolas técnicas, a valorização do salário mínimo, os médicos atendendo a população, a realização do sonho da casa própria no Minha Casa Minha Vida. O que está em jogo é também a grande descoberta do Brasil, o pré-sal.

O que está em jogo é o futuro do país, a oportunidade e a esperança de avançar sempre mais”.

12/05/2016 – 11:16

Pronunciamento como presidente eleita

“Queria dizer a todos os brasileiros e brasileiras que foi aberto pelo Senado Federal o processo de impeachment e determinada a suspensão do exercício do meu mandato pelo prazo máximo de 180 dias. Eu fui eleita presidenta com 54 milhões de cidadãs e cidadãos brasileiros. É nesta condição de presidenta eleita pelos 54 milhões que eu me dirijo a vocês neste momento decisivo para a democracia brasileira e para nosso futuro como nação” 

12/05/2016 – 11:15

Dilma chega para pronunciamento

12/05/2016 – 11:13

Cercada de mulheres

A primeira presidente eleita no Brasil deve falar sobre seu afastamento rodeada de figuras femininas importantes em seu mandato como Kátia Abreu, ministra da Agricultura. 

12/05/2016 – 11:12

Movimentos sociais se reúnem em Brasília para apoiar Dilma

12/05/2016 – 11:05

Dilma já foi intimada, diz GloboNews

Tecnicamente, ela agora já está afastada do cargo. 

12/05/2016 – 11:01

Dilma pode fazer pronunciamento em instantes

12/05/2016 – 11:01

“Golpistas não passarão”

Enquanto Dilma não aparece para entrevista coletiva no Planalto, pessoas gritam “golpistas não passarão”. Do lado de fora, cerca de 2 mil pessoas esperam pela presidente. 

12/05/2016 – 11:00

Ministros de Dilma já se posicionam em local de discurso

MInsitros e parlamentares governistas se posicionam em salão onde Dilma fará pronunciamento. Quase todos vestem trajes em vermelho. Homens estão com gravatas na mesma cor. 

12/05/2016 – 10:59

Vicentinho Alves deve entregar intimação em instantes

Há pouco, o carro oficial que leva o senador VIcentinho Alves (PP) entrou nos arredores do Planalto

12/05/2016 – 10:58

Grupos anti-Dilma desmontam acampamento na Paulista

Grupos favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) começam a desmontar o acampamento que mantinham há dois meses na Avenida Paulista, região central de São Paulo (SP). Segundo relato da editora Tatiana Vaz, de EXAME.com, há cerca de meia hora, os manifestantes perceberam que o telão da FIESP não iria transmitir o discurso de despedida de Dilma. 

Acampamento em frente à Fiesp começa a ser desmontado

12/05/2016 – 10:51

Chile se mostra “preocupado” com saída da “amiga Dilma”

Em comunicado do Ministério de Relações Exteriores, o governo do Chile disse estar “preocupado” com os recentes acontecimentos no Brasil e que o afastamento da “amiga” Dilma Rousseff gera “incerteza” em nível internacional. 

O país também cita a relevância econômica do Brasil e diz saber que “a democracia brasileira é sólida e que os próprios brasileiros saberão resolver seus desafios internos”. 

Na foto, Michelle Bachelet, presidente chilena, com Dilma Rousseff. 

12/05/2016 – 10:42

Nenhuma mulher no governo Temer

O primeiro esboço da equipe ministerial de Michel Temer deve sair sem qualquer representação feminina. 

Onde estão mulheres e negros no ministério de Temer? 100% de homens brancos?

12/05/2016 – 10:34

Governo provisório ou novo governo?

Bancada do PMDB tenta emplacar o termo “novo governo” para a gestão de Michel Temer.

Senadores se dividem sobre como chamar gestão Temer

12/05/2016 – 10:26

Suplicy lamenta não ter sido recebido por Dilma

O ex-senador Eduardo Suplicy (PT) lamentou, por meio do Facebook, o afastamento de Dilma Rousseff e lembrou que não conseguiu ser recebido por ela.

Suplicy espera há anos por uma reunião com Dilma – desmarcada, ao menos,quatro vezes. 

 

12/05/2016 – 10:25

Temer será o próximo a ser notificado

Logo depois da cerimônia de entrega da intimação à presidente Dilma, a expectativa é de que Vicentinho Alves (PR) rume para o Palácio do Jaburu, onde Michel Temer (PMDB) mora. Ele entregará ao vice uma notificação sobre a decisão do Senado.

12/05/2016 – 10:15

Dilma será intimada em instantes

A expectativa é de que Vicentinho entregue a intimação do afastamento de Dilma nos próximos minutos. Neste momento, um comboio de carros que deixou há pouco a residência do senador do PR segue para o Palácio do Planalto – destinado aos despachos da presidência. 

12/05/2016 – 10:13

“Tchau, querida” na Paulista

Na manhã desta quinta-feira, manifestantes favoráveis ao impeachment de Dilma comemoraram a decisão do Senado na Avenida Paulista, em São Paulo. 

Na noite de ontem, cerca de 500 deles se reuniram por lá para acompanhar a votação. Cinco bonecos de 35 metros de altura em média foram inflados, incluindo o “Bandilma”, o “Pixuleco” e o “Mortadelão”. 

12/05/2016 – 10:12

“Dilma, você não está só”, diz Rui Falcão no Twitter

12/05/2016 – 09:45

Argentina é o 1° país a se manifestar sobre impeachment

Por meio do Twitter, a ministra das Relações Exteriores da Argentina, Susana Malcorra, disse que o país respeita o processo institucional em desenvolvimento no Brasil. 

A Argentina, segundo Malcorra, continuará dialogando com as autoridades brasileiras para “seguir avançando com o processo de integração bilateral e regional”. 

 

12/05/2016 – 09:43

Noite de festa

Segundo relato da revista Época, alguns futuros ministros de Temer comemoraram suas eventuais nomeações em um bar badalado da capital do país. Entre eles estava Henrique Alves (PMDB), ex-ministro do Turismo e primeiro a abandonar o barco de Dilma. Ele deve voltar para o mesmo posto. 

Na foto: quando ele foi empossado no governo Dilma. 

12/05/2016 – 09:27

Intimação será entregue a Dilma por volta de 9h30

O senador Vicentinho Alves (PR-TO) será o portador das más notícias para o mandato de Dilma. É ele quem entregará para a presidente a notificação de que o Senado decidiu afastá-la do cargo. A expectativa é de que ele chegue ao Palácio do Planalto por volta de 9h30. 

Vicentinho, que é o primeiro secretário do Senado, admitiu há alguns dias não estar confortável no papel de comunicar a petista de se afastamento por até 180 dias. 

Por outro lado, na madrugada de hoje, quando assumiu por uma hora a cadeira do presidente do Senado, o senador não cabia em si de tanto contentamento de comandar a sessão: não parava de sorrir. 

12/05/2016 – 09:24

Qual o legado que Dilma deixa (por ora) ao Brasil?

Apesar do afastamento ainda não ser definitivo, presidente pode deixar para a história um legado de um gestor que não soube arrumar a casa.

12/05/2016 – 08:39

Diário Oficial publica exoneração de ministros de Dilma

Edição extra do Diário Oficial da União já confirma a exoneração de 27 ministros de Dilma Rousseff. Entre eles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – nomeado ministro-chefe da Casa Civil, mas impedido por liminar no STF de assumir o cargo. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s