Ações do PAC em infraestrutura logística somam R$ 3 bi

Ponte Anita Garibaldi em SC, ferrovia Transnordestina, aeroporto de Manaus e drenagem de portos são alguns dos emprendimentos

Belo Horizonte – O governo federal destinou R$ 3 bilhões para ações em rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrovias no primeiro semestre, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), segundo balanço divulgado na noite desta segunda-feira, 31, e disponível no site do Ministério do Planejamento.

O documento cita obras realizadas em rodovias como a conclusão da ponte Anita Garibaldi em Santa Catarina, do Túnel do Morro do Formigão e na BR-101/SC, além de investimentos de R$ 1,7 bilhão em manutenção, sinalização e operação da malha rodoviária.

Já em ferrovias, o governo menciona a conclusão do trecho de 163 quilômetros da ferrovia Transnordestina, em Pernambuco. O documento também destaca seis empreendimentos em portos brasileiros, incluindo a dragagem de aprofundamento em Itaguaí/RJ e a construção do Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza, que já operava parcialmente desde junho/14.

Em aeroportos, foram três obras feitas, dentre elas o Terminal de Passageiros do Aeroporto de Manaus e a recuperação do trecho central da pista do Aeroporto de Recife.

Obras contratadas

Ainda no considerado eixo de infraestrutura logística, no segmento de rodovias, o governo informou que estão contratados 7.735 quilômetros para realização de obras de adequação, duplicação, construção e pavimentação de estradas. Para duplicação e adequação são 3.063 quilômetros contratados, sendo 2.309 quilômetros em obras.

Já para construção e pavimentação, 4.672 quilômetros estão com obras contratadas, sendo 4.389 quilômetros já em andamento.

Em ferrovias, 2.486 quilômetros estão em obras: a Extensão Sul da Ferrovia Norte Sul (FNS), com 682 km, e que está em 83% da execução; a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), com 1.022 km, com 66% de conclusão no primeiro trecho e 10% no segundo; e da Ferrovia Transnordestina, com 1.753 km, com execução de 51%.

O valor executado nessas três ferrovias soma mais de R$ 1 bilhão em 2015. Além disso, há 28 quilômetros com modernização de corredores existentes em duas ferrovias.

Em portos, são 29 ações de construção, ampliação e modernização, com quatro acessos terrestres, 18 empreendimentos de berços, cais e outros (sendo 12 já em andamento), dois terminais de passageiros, com a conclusão do Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza e mais outros cinco projetos e 15 ações de inteligência logística.

No setor aeroportuário, são 46 ações em 32 aeroportos brasileiros (18 localizados em capitais e 14 regionais). Do total, são 25 obras de terminais de passageiros (uma concluída e 24 em andamento), dois estudos e projetos em execução; 14 obras em pistas e pátios de aeronaves (uma concluída e nove em andamento) e duas obras de terminais de carga (uma em andamento); uma obra de torre de controle.

No geral, na apresentação, o governo disse que “mesmo com o Orçamento Geral da União (OGU) adequado às condições atuais, o volume de recursos destinados a esses investimentos continua expressivo e hoje a prioridade se volta para a execução de obras que já estão em andamento.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s