Acompanhe a repercussão das buscas da PF na casa de Cunha

A manhã de Eduardo Cunha foi conturbada: além de ser alvo de mandados da Polícia Federal, Conselho de Ética da Câmara decidiu seguir processo contra ele

São Paulo — O presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) teve uma manhã conturbada nesta terça-feira. Logo cedo, agentes da Polícia Federal fizeram buscas em sua residência oficial, em Brasília, e em seu apartamento do Rio de Janeiro.

Pelo menos 12 policiais participaram da ação, batizada de operação Catilinárias, em referência ao imperador romano Marco Túlio Cícero.

As buscas também ocorreram na casa de outros peemedebistas, como o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e os senadores Fernando Bezerra Coelho e Edison Lobão. 

Já no horário do almoço, Cunha sofreu uma nova derrota. Por 11 votos a 9, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara votou pela admissibilidade do processo contra ele. 

O deputado é acusado de quebra de decoro por, supostamente, ter mentido na CPI da Petrobras sobre a existência de contas em seu nome no exterior. 

15/12/2015 – 14:59

“O PMDB deve sair desse governo o mais rápido que puder”

Eduardo Cunha voltou a defender o rompimento imediato do PMDB com o PT.

O partido do presidente da Casa foi alvo da operação Catilinárias, deflagrada na manhã desta terça-feira.

PF faz operação de busca e apreensão na casa de Cunha

15/12/2015 – 14:54

Sessão no Conselho de Ética é nula, diz Cunha

Cunha também criticou a admissibilidade de seu pedido de cassação, aprovada nesta manhã no Conselho de Ética da Câmara, e disse que irá recorrer da decisão.

15/12/2015 – 14:51

Eduardo Cunha diz que não irá renunciar

O presidente da Câmara Eduardo Cunha afirma que não irá renunciar e que as buscas em sua casa se deram “porque eles não tinham prova alguma”.

“Sou um desafeto do governo”, disse. “O que o ministro Cardozo foi fazer em Curitiba na semana passada? São coisas estranhas o que estão acontecendo. Eu estranho essas coincidências”. 

15/12/2015 – 14:49

Cunha fala sobre operação em sua casa

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) fala neste momento sobre as operações de busca e apreensão em suas casas na manhã de hoje. Ele culpa o PT e diz que “todos os dias há escandâlos” do partido nos jornais e que é estranho que, um dia antes da decisão do STF sobre o processo de impeachment, o PMDB seja alvo. 

15/12/2015 – 13:13

Veja os próximos passos do processo de cassação de Cunha

15/12/2015 – 12:49

Encerrada a sessão

O presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PSD), dá a palavra a parlamentares, que comemoram o resultado, e agradece ao trabalho dos relatores. 

Em seguida, é terminada a sessão.

Veja como foi: 

15/12/2015 – 12:39

Parecer de cassação de Cunha é aceito pelo Conselho de Ética

Por 11 votos a 9, foi votada a admissibilidade do relatório de Marcos Rogério (PDT), aceitando o parecer de cassação de Eduardo Cunha (PMDB).

Foram oito sessões até o processo chegar nesse estágio. Aprovado, o parecer gera uma notificação ao presidente da Câmara. Cunha tem 10 dias úteis para apresentar sua defesa.

Com a resposta em mãos, o relator terá 40 dias úteis para pedir documentos e realizar oitivas. Ele prepara então o parecer final. Se aprovado, este parte para votação no plenário da Câmara, que pode cassar o mandato de Cunha.

Lembrando: o pedido é embasado na quebra de decoro parlamentar. Segundo os partidos que formalizaram o pedido de cassação, Cunha mentiu na CPI da Petrobras sobre a posse de contas controladas por ele na Suíça através de empresas de fachada. Pesa ainda o fato de o deputado estar envolvido nas investigações da Operação Lava Jato, acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Conselho de Ética vota para continuar ação contra Cunha

15/12/2015 – 12:30

Sim ou não?

Quem vota “Sim”, acompanha o relator Marcos Rogério (PDT), e é favorável à admissibilidade do relatório do processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB).

O “Não” é contra o relatório e exige arquivamento do processo.

15/12/2015 – 12:28

Abre-se a votação do parecer do relator

Em mais uma tentativa de adiar a votação de admissibilidade do pedido, três deputados enviaram requerimentos à mesa pedindo postergação para “estudar o voto do relator”.

Acabaram removendo os pedidos, já que o deputado Marcos Rogério (PDT) ja afirmou mais de uma vez que seu parecer não traz novidades ao texto de Fausto Pinato (PRB).

15/12/2015 – 11:48

Tucanos e petistas batem boca

Nelson Marchezan Júnior (PSDB- RS) pede a palavra e diz ter “descrença” no Conselho de Ética. Ele começa a provocar deputados petistas, que começam a trocar acusações. 

15/12/2015 – 11:23

Peemedebista Carlos Marum diz que irá recorrer

Aliados de Cunha pressionam o presidente do Conselho José Carlos Araújo (PSD-BA) neste momento.

Carlos Marum (PMDB-MS) diz que irá recorrer da decisão do presidente de aceitar o novo parecer. 

15/12/2015 – 11:20

Pedido de vista é rejeitado por 11 votos a 9

Pedido de vistas é rejeitado pelos parlamentares. O placar foi de 11 votos pela continuação contra 9.

15/12/2015 – 11:16

Deputados votam agora se parecer é válido (ou não)

Quem vota sim, acompanha a decisão de José Carlos Araújo, de não conceder vista ao parecer (e desenrolar o processo).

Quem vota não, pede que um novo relatório seja feito pelo relator Marcos Rogério (PDT-RO). 

15/12/2015 – 11:13

Presidente coloca em votação nulidade de novo relatório

José Carlos Araújo (PSD-BA) vota agora uma possível nulidade do relatório do parecer de Marcos Rogério (PDT-RO). Araújo passa, provisoriamente, a presidência ao seu vice para que ele também possa votar. 

Deputados aliados de Cunha argumentam que Rogério usou o mesmo relatório apresentado por Fausto Pinato, destituído do posto pela Mesa Diretora da Câmara.

15/12/2015 – 10:58

Aliado de Cunha tenta derrubar parecer

Após a apresentação de parecer favorável, José Carlos Araújo (PSD-BA), que preside o Conselho, pediu o início da votação.

Manoel Júnior (PMDB-PB) tenta agora derrubar o parecer  do relator Marcos Rogério (PDT-RO).

O argumento é que ele usou o mesmo relatório apresentado por Fausto Pinato, destituído do posto pela Mesa Diretora da Câmara. 

15/12/2015 – 10:51

Relator pede continuação do processo

Marcos Rogério (PDT-RO)  deu parecer favorável à continuação do processo contra Eduardo Cunha.

Ele não apresentou novo relatório, mas complementou o voto dado pelo antigo relator, o deputado Fausto Pinato (PRB-SP). 

15/12/2015 – 10:50

Lugares no Conselho de Ética estão ocupados desde às 8h

Enquanto agentes da Polícia Federal cumpriam mandados de busca e apreensão na casa de Eduardo Cunha no Rio de Janeiro e em Brasília, o público ocupava logo cedo os lugares do plenário onde acontece agora a reunião do Conselho de Ética.

Logo na abertura da sessão, um dos deputados chamou a atenção sobre o aumento do interesse dos brasileiros sobre o tema. 

15/12/2015 – 10:32

Relator apresenta parecer

Marcos Rogério (PDT-RO) volta a falar e diz que pedidos de vista só podem ser aplicados no processo, e não em pareceres. 

Ele diz que já havia assumido parecer favorável à continuação do processo e lembra que há sete sessões os deputados discutem a mesma matéria.

15/12/2015 – 10:18

Advogado diz que não há provas contra o deputado

O advogado Marcelo Nobre, que defende Eduardo Cunha no Conselho de Ética, disse que as buscas na casa de seu cliente, realziadas pela PF na manhã desta terça-feira, só “reforça nossa defesa”. 

“Não existe absolutamente prova nenhuma [contra Cunha]. As delações não fazem prova”, disse.

Advogado de Cunha diz que busca da PF reforça sua defesa

15/12/2015 – 10:12

Defensor de Cunha terá 20 minutos de fala

Marcelo Nobre, advogado de Eduardo Cunha, faz agora a defesa do presidente da Casa. 

15/12/2015 – 10:06

Novo relator começa a falar (e deputados já pedem vista)

Marcos Rogério (PDT-RO), relator do processo, começou a falar no Conselho de Ética. Na última semana, ele substituiu o deputado Fausto Pinato (PRB-SP), destituído do cargo por ordem da Mesa Diretora da Câmara. 

Antes mesmo de ler o parecer e dar seu voto, deputados aliados de Cunha pediram vista do novo relatório.

15/12/2015 – 10:00

Presidente do Conselho pede agilidade

José Carlos Araújo (PSD-BA), presidente do Conselho de Ética, abriu as discussões pedindo mais agilidade dos parlamentares e lamentando a última sessão, quando deputados quase saíram aos tapas. Relembre:

Conselho de Ética tem tapas e empurrões; veja vídeo

15/12/2015 – 09:53

Manhã de Cunha começa conturbada

A Polícia Federal (PF) faz buscas, na manhã desta terça-feira, na residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília, e no apartamento do deputado no Rio de Janeiro.

A ação faz parte de uma nova fase da Operação Lava Jato, batizada de Catilinária, em menção ao imperador romano Marco Túlio Cícero.

Além de Cunha, a PF cumpriu medidas de busca e apreensão nas casas do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE); de Sergio Machado, ex-presidente da Transpetro; do ministro de Ciência e Tecnologia, Celso Pansera; do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves e do senador Edison Lobão (PMDB-MA).

PF faz operação de busca e apreensão na casa de Cunha

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s