Após pedido de prisão, canabidiol é entregue a pacientes

Um dia após o Ministério Público Federal pedir a prisão de um ministro e um secretário de Estado, o governo paulista entregou o canabidiol para pacientes

Franca – Um dia após o Ministério Público Federal (MPF) pedir a prisão de um ministro e um secretário de Estado, o governo paulista entregou o canabidiol para pacientes de Marília (SP).

Desde o início deste ano, eles estavam sem o medicamento, que é derivado da maconha e foi obtido via judicial.

Nesta sexta-feira, 8, o remédio, que é importado, foi entregue pela Secretaria de Saúde de São Paulo aos doentes que haviam ingressado na Justiça. Ele é utilizado por crianças e adolescentes que sofrem com encefalopatia epiléptica e com a síndrome de lennox-gastaut.

Nesta quinta, 7, o MPF havia protocolado na Justiça pedido de prisão do ministro da Saúde, Marcelo Castro, e também do secretário da Saúde de São Paulo, David Uip.

O motivo foi justamente a falta do cumprimento da decisão judicial que mandava fornecer o canabidiol.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s