Após saída de Temer, petistas voltam para obstruir votação

Renan Calheiros agendou uma sessão plenária deliberativa com objetivo de votar três medidas provisórias do governo Temer

Brasília – Poucos minutos após o presidente Michel Temer deixar o plenário do Senado ao final da cerimônia de posse, parlamentares petistas se dirigiram ao local para obstruir a sessão plenária que deve ocorrer neste final de tarde.

Apesar do dia tumultuado, Renan Calheiros (PMDB-AL) agendou uma sessão plenária deliberativa com objetivo de votar três medidas provisórias do governo Temer: renegociação de crédito agropecuário, reforma ministerial e o polêmico Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

A base de Temer quer mostrar força e conseguir a aprovação das matérias ainda hoje. A oposição, por outro lado, quer boicotar a votação. Os senadores não marcarão presença na sessão e, caso o quórum seja alcançado pela base, iniciarão a obstrução.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s