Bloco desfila no Rio para incentivar doação de sangue

A ideia é ampliar os estoques de bolsa de sangue do Hemorio, que costumam diminuir nos períodos de festa

Folia e utilidade pública se uniram hoje (2) no centro da cidade do Rio de Janeiro. O bloco Vem Doar Pra Mim, uma iniciativa do Instituto Estadual de Hematologia (Hemorio) e da organização não governamental Instituto Masan, desfilou pelas ruas do bairro, com o objetivo de chamar a atenção da população para a necessidade de doar sangue.

A ideia é ampliar os estoques de bolsa de sangue do Hemorio, que costumam diminuir nos períodos de festa, tanto por aumento da demanda quanto por queda nas doações voluntárias.

Segundo o coordenador de Sustentabilidade do Instituto Masan, Alexandre Sapucaia, o desfile é feito em um dia útil para chamar a atenção de quem circula pelo centro da cidade.

“O intuito é aproveitar este dia da semana em que as pessoas estão pelo centro do Rio, fazendo compras ou trabalhando, e mobilizá-las para fazer uma caminhada até o Hemorio para a gente conseguir aumentar o estoque de sangue”, disse Sapucaia.

A foliã Shimeny Alonso, de 31 anos, diz que começou a doar sangue há dois anos, depois de uma campanha de doação como a feita pelo bloco.

“Sempre tive a vontade de doar, porque eu sei que salva vidas, mas eu tinha medo. Depois que eu doei a primeira vez, eu me senti muito bem. Não é preciso ter receio de doar sangue. Não dói nada, é rápido e a gente se sente muito bem”, disse.

O bloco conta principalmente com funcionários do Instituto Masan e com pessoas atendidas pela organização não governamental, como moradores de comunidades carentes.

Neste ano, a música ficou por conta da Orquestra Voadora, banda que usa instrumentos de sopro e percussão.

Para doar sangue, não é preciso estar de jejum, mas é necessário ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e estar bem de saúde.

Também é preciso apresentar um documento de identidade. Quem tem menos de 18 anos precisa da autorização dos pais. O Hemorio funciona todos os dias (inclusive nos finais de semana e feriados), das 7h às 18h, e fica na Rua Frei Caneca, 8, centro do Rio.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s