Brasil errou ao condescender com mosquito, diz ministro

Ele admitiu que faltou de diferentes entes federativos iniciativa de fazer campanhas não apenas em momentos de surto das doenças

São Paulo – O ministro da Saúde, Marcelo Castro (PMDB), fez uma autocrítica ao Estado brasileiro, admitindo que os governos foram condescendentes com o mosquito Aedes aegypti, transmissor da zika (associada ao surto de microcefalia), dengue e chikungunya.

“Houve certa contemporização ao longo dos anos com mosquito da dengue e não podemos contemporizar com o mosquito, pois ele mata”, afirmou o ministro a uma plateia de empresários.

Ele admitiu que faltou de diferentes entes federativos iniciativa de fazer campanhas não apenas em momentos de surto das doenças.

Castro repetiu as orientações que o governo vem passando de uso de repelentes, telas, calças compridas e sapatos fechados, especialmente no caso de mulheres grávidas.

“Não é pra ninguém entrar em pânico, mas tem que tomar o máximo de cuidado”, disse, repetindo que a epidemia de microcefalia é ‘gravíssima’.

O ministro também repetiu que a presidente Dilma Rousseff não está poupando recursos para o combate da zika e da microcefalia, apesar da crise econômica.

“A presidenta Dilma já se comprometeu publicamente que não faltarão recursos para combater essa epidemia. O Exército está nas ruas, os bombeiros, agentes comunitários.”

Castro destacou ainda o acordo obtido pela pasta no Congresso Nacional, no início do mês, e que conseguiu R$ 7 bilhões a mais para o orçamento da Saúde no ano que vem.

Segundo o ministro, a área tinha déficit de R$ 9,2 bilhões previsto para 2016 e conseguiu reduzir isso para R$ 2,2 bilhões.

O peemedebista disse esperar conseguir reduzir ainda mais esse déficit para o ano que vem e até zerá-lo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s