Comissão do impeachment decide julgamento de Dilma

Na sessão de hoje, os parlamentares votam o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que recomenda o afastamento da petista.

São Paulo – A comissão especial do impeachment aprovou o relatório que recomenda o julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Foram 14 votos a favor e 15 contra. Veja como foi a votação. 

04/08/2016 – 12:47

Veja o resumo da sessão

04/08/2016 – 12:42

Lindbergh Farias: vamos lutar até o fim

Lindbergh Farias disse após a sessão que a base de Dilma vai lutar até o fim.

Afirmou que na pronúncia não há como reverter a votação, por ser votação em maioria simples, mas que acredita que no julgamento final a coisa pode mudar.

O senador não respondeu se Dilma vira ao julgamento final, mas crê que seja possível que sim.

04/08/2016 – 12:39

Veja como votou cada um dos senadores

04/08/2016 – 12:29

Resultado: 14 x 5 pelo “sim”

Está aprovado o relatório final do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

04/08/2016 – 12:23

Lindbergh Farias: Dilma será inocentada pela história

Lindbergh Farias (PT-RJ) diz que tem certeza que a presidente afastada Dilma Rousseff será inocentada pela história, por ser vítima de um “golpe orquestrado pelas elites”.

Ele vê responsabilidade de empresários e da mídia por elevarem a “figura menor” de Michel Temer à presidência.

“Querem passar o trator em conquistas do governo Lula”.

04/08/2016 – 11:59

Alvaro Dias: Impeachment reflete vontade do povo

Ao votar a favor do relatório de Anastasia, o senador Alvaro Dias (PV-PR) afirma que o impeachment reflete a vontade do povo brasileiro.

04/08/2016 – 11:46

Gleisi Hoffmann: É um golpe contra milhões de eleitores

Uma das mais atuantes ao longo dos 100 dias da comissão, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) votou contra o relatório de Anastasia. A petista afirmou que há um golpe em curso, “não contra Dilma, Lula ou o PT, mas contra os 54 milhões de eleitores”.

04/08/2016 – 11:39

Lúcia Vânia: Precisamos dar uma chance ao Brasil

Após debate mais caloroso entre membros da comissão, a senadora Lúcia Vânia (PSB-GO) demonstra apoio ao relatório de Anastasia. “Vamos combater a inconsequência com a responsabilidade fiscal. Precisamos dar uma chance ao Brasil”.

04/08/2016 – 11:28

Embate: Vanessa Grazziotin x Cássio Cunha Lima

Após a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) afirmar que senadores dilmistas só votariam a ata da reunião após a lerem por escrito, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) diz que o pedido de Vanessa é uma tentativa de procrastinação.

04/08/2016 – 11:22

Magno Malta cita Roberta Miranda e arranca risos

Após momento tenso, o senador Magno Malta (PR-ES) afirma que o processo eleitoral que elegeu Dilma Rousseff foi fraudulento. Bem-humorado, Malta diz que dedica a saída de Dilma uma música da cantora Roberta Miranda. Ao cantar “Vá com Deus”, arrancou risos dos presentes. 

 

04/08/2016 – 11:16

Fala de petista causa primeira confusão da sessão

Após a senadora Fátima Bezerra ter usado o termo “fraudulento”, o presidente da comissão Raimundo Lira solicita que a declaração seja retirada da taquigrafia. Senadores discutem entre si.

04/08/2016 – 11:11

Fátima Bezerra: Voto contra esse relatório fraudulento

Ao indicar que votará contra o relatório de Anastasia, a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) classifica o documento como “fraudulento”. A petista explica ainda que “quem votar a favor do relatório vai passar para a história como golpista”.

04/08/2016 – 11:08

Os próximos passos do impeachment

Esta é a última reunião da comissão especial de impeachment no Senado. Se o parecer for aprovado, a decisão segue para chancela do plenário na próxima terça-feira. Veja o calendário: 

9 de agosto: Segunda votação do impeachment

Em sessão presidida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, os senadores decidem sobre a procedência da denúncia. Nessa etapa, é necessário o voto da maioria simples dos senadores para que o processo continue.

Se for aprovado em Plenário, serão concedidas 48 horas para que acusação e defesa se manifestem. Após esse período, haverá um prazo de dez dias para a marcação da data do julgamento definitivo.

25 ou 26 de agosto: Início do julgamento final de Dilma

Na terceira e última votação, os senadores deliberam sobre a culpa de Dilma Rousseff. Caso dois terços da Casa decida que a presidente é culpada pelos crimes de responsabilidade fiscal, ela é condenada e se torna inelegível por oito anos.

 

 

04/08/2016 – 11:06

Telmário Mota: Está claro que Dilma não cometeu crime

O senador Telmário Mota (PDT-RR) diz que votará contra o relatório de Anastasia. Ele classifica o processo de impeachment como golpe e afirma que está claro que Dilma não cometeu crime de responsabilidade.

04/08/2016 – 11:03

Kátia Abreu: Impeachment é fruto de chantagem de Cunha

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) também sinaliza rejeição ao relatório de Anastasia. Além de criticar a política fiscal do governo Temer, a peemedebista diz que o processo de impeachment é fruto de uma chantagem do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

04/08/2016 – 10:59

Humberto Costa: Governo Temer está fazendo uma farra fiscal

O senador Humberto Costa (PT-PE) é o primeiro a se posicionar contra o relatório de Anastasia. O petista classifica o processo como “golpe”. Ao criticar o programa do presidente em exercício Michel Temer (PMDB), ele afirma que o governo interino está fazendo uma farra fiscal.

04/08/2016 – 10:53

Simone Tebet: É preciso virar a página

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) afirma que votará a favor do parecer e critica política fiscal do governo Dilma. A peemedebista diz que votará a favor do relatório, porque é preciso virar a página.

04/08/2016 – 10:49

Ronaldo Caiado: Processo de impeachment deve terminar rápido

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) demonstra apoio ao relatório de Anastasia e defende que o processo de impeachment de Dilma seja concluído logo.

04/08/2016 – 10:45

Ana Amélia: Dilma fez o diabo para se reeleger

A senadora Ana Amélia (PP-RS) sinaliza que votará pela continuidade do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Em sua fala, a parlamentar diz que a petista levou o país à crise ao fazer o diabo para se reeleger.

04/08/2016 – 10:41

Cássio Cunha Lima: O Brasil não aguenta mais essa agonia

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) também indica que votará a favor do relatório. Ele afirma que Dilma cometeu crime de responsabilidade e levou o Brasil à crise e à incerteza. De acordo com o tucano, o Brasil não aguenta mais essa agonia. Ao final da fala, ele diz que espera que o processo seja concluído até o final de agosto.

04/08/2016 – 10:39

José Medeiros: Dilma nunca foi uma “gerentona”

Ao sinalizar que votará a favor do relatório de Anastasia, o senador José Medeiros (PSD-MT) reforça que está claro que a presidente afastada desrespeitou a Constituição. Ele ainda afirma que Dilma nunca foi uma “gerentona de perfil técnico”.

04/08/2016 – 10:34

Fernando Bezerra Coelho: Voto sim por reconstrução do país

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) também votará a favor do relatório de Anastasia e afirma que voto representa desejo e esperança de reconstruir o Brasil.

04/08/2016 – 10:31

Veja a íntegra do parecer do impeachment

Em documento de 440 páginas, o senador Antonio Anastasia (PSDB) sugere condução da presidente afastada Dilma Rousseff ao julgamento final no plenário. 

Relator diz que Dilma feriu Constituição; leia parecer final

04/08/2016 – 10:28

Ricardo Ferraço: Uma quadrilha se apropriou da Petrobras

Após elogiar relatório de Anastasia, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) afirma que a má condução da política fiscal pela presidente afastada Dilma Rousseff (PT) fez o país mergulhar em uma complexa crise econômica. Ao criticar o PT, o tucano diz que uma quadrilha se apropriou da Petrobras.

04/08/2016 – 10:21

Lira: Após 100 dias, comissão especial concluirá trabalho

Lira diz que os trabalhos da Comissão Especial do Impeachment encerra hoje seus trabalhos, após 100 dias. O presidente da Comissão classifica o momento como histórico.

04/08/2016 – 10:17

Raimundo Lira abre sessão

Na abertura da sessão, o presidente da comissão do impeachment Raimundo Lira (PMDB -PB) explicou que cada membro da comissão terá 5 minutos para encaminhar voto favorável ou contra o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG). A sessão, que estava prevista para começar às 11h (horário de Brasília), foi antecipada. Nos corredores, rumores indicam que a intenção é concluir a votação antes do jogo de estreia da seleção de futebol na Olímpiada.   

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s