Comitê Rio-2016 reduz gastos no Itaquerão para Olimpíada

A previsão inicial era de que as obras de adaptação na arena custariam R$ 13 milhões, mas agora o orçamento pode diminuir

São Paulo – O corte de gastos nos Jogos Olímpicos chegou também ao Itaquerão. O estádio, que receberá em agosto dez partidas dos torneios de futebol, terá as suas estruturas temporárias reduzidas.

A previsão inicial era de que as obras de adaptação na arena custariam R$ 13 milhões, mas agora a organização está fazendo uma revisão no orçamento para diminuir esse valor.

Entre os cortes já definidos, ficou decidido que o Comitê Rio-2016 não vai mais montar uma loja na aérea externa do estádio para vender produtos relacionados aos Jogos. A comercialização será feita na loja que já existente dentro do Itaquerão.

“Tínhamos a expectativa de levantar uma tenda lá fora, mas o Corinthians acabou de inaugurar uma loja, então vamos buscar uma forma de operar junto com eles e fazer uma parceira para adaptar nossos produtos dentro das instalações do estádio”, disse ao jornal O Estado de S. Paulo o diretor executivo de operações do Comitê Rio-2016, Rodrigo Tostes.

Outras mudanças em relação ao projeto inicial apresentado no ano passado são os equipamentos de controle de acesso do público e as áreas para autoridades e convidados.

“Estamos trabalhando para não mexer no que não é necessário. Vamos, por exemplo, usar toda a estrutura de raio X do estádio e fazer o receptivo dentro da própria estrutura do Corinthians”, disse Tostes.

As estruturas provisórias consideradas mais caras e que estão mantidas são as usados para transmissão de televisão. Em jogos do Corinthians, o Itaquerão recebe, em média, 400 jornalistas. Na Olimpíada, esse número será pelo menos o triplo.

“Precisaremos fazer algumas adaptações em função do nível de serviço que é requerido pela imprensa e, especialmente, as emissoras de TV. Alguns portões que hoje são usados pelos torcedores deverão ser fechados e dedicados exclusivamente para atender aos profissionais de mídia”, disse Tostes.

O Comitê Rio-2016 vai assumir a gestão do Itaquerão em julho para iniciar a instalação das estruturas provisórias que serão usadas nos Jogos Olímpicos. As partidas serão realizadas no local entre os dias 3 e 19 de agosto. O sorteio dos confrontos será em abril.

As obras de adaptação no estádio serão pagas por patrocinadores dos Jogos. Como contrapartida, as empresas ganharão espaços publicitários nas vias da cidade. A exibição das marcas dos patrocinadores da Olimpíada será feita através de projeções luminosas em 20 locais públicos entre os dias 20 de julho e 20 de agosto.

REDUÇÃO – O Itaquerão não é único palco dos Jogos a sofrer com o corte de despesas. O Comitê Rio-2016 já anunciou que não será mais construída a arquibancada flutuante prevista inicialmente para as provas de remo, na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio, e diminuiu a quantidade de voluntários de 70 mil para 50 mil pessoas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s