Como vão ficar as obras das Olimpíadas depois de prontas

Vídeos revelam como as instalações olímpicas vão mudar o cenário carioca a partir do ano que vem

São Paulo – Com apenas um ano para a tão esperada abertura das Olímpiadas do Rio de Janeiro, as obras seguem a todo vapor e em ritmo acelerado. 

Os jogos, que prometem mudar o dia a dia dos cariocas, teve orçamento total superior a marca dos 38 bilhões de reais e, mais da metade – 24 bilhões – estão sendo distribuídos na preparação dos 27 projetos que ficarão de legado para a cidade maravilhosa. 

Entre as instalações esportivas, destaca-se o Parque Olímpico, coração dos jogos que sediará 16 modalidades olímpicas e nove paraolímpicas e já está com 82% de sua construção concluída. 

Os jogos contarão ainda com o Complexo Esportivo de Deodoro, que abrigará modalidades como ciclismo, esgrima, basquete e canoagem, o novo campo de golfe com capacidade para 15 mil lugares, entre outras obras. 

Quando os jogos terminarem, o plano da prefeitura carioca – pelo menos no papel – é não deixar que as construções virem elefantes brancos, termo que descreve obras caras, mas sem utilidade prática. A ideia é transformá-las em escolas, centros de treinamento ou de lazer assim que o evento terminar.

O Parque Olímpico, por exemplo, servirá como um complexo esportivo e educacional para a região da Barra e Jacarepaguá. Estudantes da rede municipal e atletas poderão fazer uso em projetos sociais e eventos. 

O Complexo de Deodoro, localizado em uma região carente da cidade, será um parque de esportes radicais com capacidade para atender 1,5 milhão de pessoas, que será aberto ao público.

Já o Parque dos Atletas servirá como espaço de treinamento e lazer dos atletas durante as competições. Posteriormente, oferecerá quadras, ciclovias, quiosques e playgrounds à população. 

Mais do que a possibilidade de colocar uma cidade no radar do mundo, os Jogos Olímpicos podem ser uma boa oportunidade para que os governos locais invistam em melhorias para o desenvolvimento da região. 

Por isso, além das obras exclusivas para os jogos, uma série de obras de infraestrutura pipocam pela cidade – como a derrubada da Perimetral e expansão das linhas de metrô e vias de ônibus. 

Veja como a cidade vai ficar depois que tudo estiver pronto. Até agora, grande parte das obras está concluída em mais de 70%. 

Confira também a evolução dos canteiros de obras nos últimos meses.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s