Construção civil divulga manifesto contra crise política

"Não estamos nos referindo nem a Dilma, nem ao Temer. A solução é que o Executivo e Legislativo comecem a se entender", afirma o presidente do Secovi

São Paulo – Um grupo de entidades ligadas à área da construção civil e da habitação divulgaram ontem um manifesto no qual conclamam os brasileiros a protestar contra as crises política e econômica que, segundo o texto, “se alimentam mutuamente”. O manifesto faz críticas ao governo, sem citar nomes de quaisquer políticos.

“Não estamos nos referindo nem a Dilma, nem ao Temer. A solução é que o Executivo e Legislativo comecem a se entender”, disse o presidente do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), Claudio Bernardes. “Nós não temos mais tempo. Precisamos de diálogo entre as pessoas.”

O presidente do Sindicato da Construção (SindusCon-SP), José Romeu Ferraz Neto, afirmou que o manifesto reflete indignação e preocupação com as cerca de 475 mil demissões previstas no setor. “É um número assustador”, disse Ferraz Neto. O Secovi e a SindusCon assinaram o documento com outras três entidades do setor.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s