Cunha anuncia votação secreta para comissão do impeachment

O presidente da Câmara anunciou formalmente que a eleição de membros de comissão que analisará pedido de abertura de impeachment será por voto secreto

Brasília – O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou formalmente nesta terça-feira que a eleição de membros da comissão especial que analisará o pedido de abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff será por voto secreto, provocando reações de governistas no plenário da Casa.

“A decisão será essa porque o artigo 188, inciso 3, do regimento é muito claro…”, disse a jornalistas.

Integrantes da bancada governista pretendiam questionar a decisão da eleição por voto secreto no plenário da Câmara e chegaram a recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O presidente da Casa anunciou o início da votação, secreta, causando tumulto no plenário. Cunha chegou a pedir que a segurança da Câmara garantisse o acesso de deputados às urnas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s