Cunha é denunciado por receber propina em contas na Suíça

A denúncia, feita pela Procuradoria-Geral da República, acusa o parlamentar da prática dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas

Brasília – A Procuradoria-Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, denunciou o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por recebimento de propina em contas na Suíça em valor superior a R$ 5 milhões.

O parlamentar é acusado da prática dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Cunha teria atuado, segundo investigadores, para manter esquema ilícito na Petrobras e receber propina oriunda de um contrato de um campo de petróleo em Benin, na África.

A denúncia da PGR pede a devolução dos valores bloqueados nas contas além de reparação de danos morais e materiais e perda do mandato.

Ele também é acusado de praticar crime de falsidade eleitoral, por omitir rendimentos na declaração à Justiça eleitoral.

Outros investigados no mesmo caso, como a esposa e uma das duas filhas de Cunha devem ser desmembrados, segundo pedido do PGR, e tramitar na Justiça de primeira instância.

Pela PGR, só a acusação sobre Cunha deve ser mantida no STF.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s