Detentos suspeitos de ataques no RN são transferidos

Os ataques são uma represália de bandidos à instalação de bloqueadores de telefones celulares nos presídios do Estado

Natal – Vinte e um detentos do Presídio de Parnamirim suspeitos de envolvimento nos ataques no Estado do Rio Grande do Norte estão sendo transferidos nesta sexta-feira, 5, para presídios federais em Porto Velho (RO), Catanduvas (PR) e Campo Grande (MS).

O Estado já registrou pelo menos 109 atentados, segundo balanço oficial – 63 incêndios, 31 tentativas de incêndio, sete disparos contra prédios públicos, quatro ataques explosivos e quatro depredações, envolvendo 38 cidades.

Os ataques são uma represália de bandidos à instalação de bloqueadores de telefones celulares nos presídios do Estado.

Nesta quinta-feira, 4, de acordo com a Secretaria da Cidadania e Justiça, detentos do Presídio de Parnamirim tentaram incendiar um desses equipamentos, colocando fogo a colchões empilhados próximos do muro onde estão os bloqueadores. A penitenciária é a única até agora a receber o aparelho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s