Dilma encontrará nesta terça governadores de MG e ES

Presidente se reunirá com os governadores para tratar de providências em relação ao rompimento de barragens em Mariana (MG)

Brasília – A presidente Dilma Rousseff receberá nesta terça-feira, às 17 horas, no Palácio do Planalto, os governadores de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), e do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), para tratar de providências em relação ao rompimento de duas barragens da mineradora Samarco, no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), ocorrida no último dia 5.

O encontro faz parte dos trabalhos Comitê de Gestão e Avaliação de Respostas ao desastre instituído pela presidente Dilma Rousseff na semana passada.

Dilma desembarca em Brasília no início da madrugada de terça-feira, após participar da reunião da cúpula das 20 maiores economias do mundo, o G-20, na Turquia.

Antes da reunião, o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, coordena na noite desta segunda-feira, 16, a primeira reunião do comitê.

O grupo é composto pelos ministérios da Integração Nacional, Minas e Energia, Meio Ambiente, Justiça, Desenvolvimento, Cultura e por membros da Advocacia-Geral da União (AGU), além dos governadores e do prefeito de Mariana, Duarte Júnior (PPS).

O encontro liderado por Wagner, entretanto, é preliminar e conta apenas com a presença de ministros.

Além de avaliar a situação atual da cidade mineira, a reunião dos ministros vai tratar das repercussões da tragédia na bacia do Rio Doce, que atingiu cidades do Espírito Santo, e de ações de cada pasta em relação ao acidente.

A ideia é que as conversas de hoje sirvam como preparação para o encontro de amanhã com Dilma.

Também devem estar presentes na reunião de terça-feira a presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Marilene Ramos, o presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, General Adriano Pereira Jr.

Mais cedo, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, encontrou-se com o governador Paulo Hartung e membros do governo do Espírito Santo para verificar as medidas que já estão em andamento para viabilizar a criação de um sistema alternativo para fornecimento de água aos moradores do município de Colatina, região Noroeste do Estado.

Compromisso

Nesta segunda-feira, 16, a mineradora Samarco fechou um Termo de Compromisso Preliminar (TCP), com o Ministério Público Estadual (MPE) e o Ministério Público Federal (MPF), que prevê gastos de R$ 1 bilhão na recuperação do meio ambiente e pagamento de indenizações pelo rompimento das barragens da empresa.

No acordo, ficou estabelecido ainda que a alocação dos recursos, que vão para um fundo, deverá ser auditada por empresa independente a ser escolhida pelo MPE e MPF. Até o momento sete mortes foram confirmadas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s