Diretor-geral do DNPM pede demissão após desastre em Mariana

Celso Luiz Garcia alegou motivos de saúde para deixar o cargo

Rio de Janeiro – O diretor-geral do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Celso Luiz Garcia, pediu demissão na terça-feira, informou a assessoria de imprensa do Ministério de Minas e Energia, nesta quarta-feira.

A saída de Garcia da chefia do departamento –que tem entre suas atribuições controlar e fiscalizar as atividades de mineração em todo o Brasil– ocorre quase duas semanas após o rompimento de uma barragem da mineradora Samarco em Mariana (MG).

O incidente ocorrido em 5 de novembro, que resultou em várias mortes e derramou toneladas de lama por diversas cidades de Minas Gerais e Espírito Santo, é considerado o maior desastre ambiental registrado no país.

Garcia alegou motivos de saúde para deixar o cargo. Um substituto deverá ser anunciado ainda nesta quarta-feira pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, segundo a assessoria.

A Samarco, de propriedade da Vale e da BHP Billition, informou na terça-feira que está realizando monitoramento em tempo real e fazendo reparos de emergência em duas de suas barragens de rejeitos que sofreram danos na sequência do colapso da barragem do Fundão na região de Mariana.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s