Estudantes protestam em frente à sede da Samarco em BH

Estudantes pediam a punição à empresa pelo rompimento de duas barragens em Mariana, que deixou até agora 6 mortos

Belo Horizonte – Um grupo de estudantes protestou nesta terça-feira, 10, em frente à sede da Samarco mineradora em Belo Horizonte, na Região Centro-Sul da capital.

A manifestação pede punição à empresa pelo desabamento das duas barragens de contenção de rejeitos de minério de ferro no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG).

Seis pessoas morreram (quatro já foram identificadas) e 22 estão desaparecidas, entre moradores e trabalhadores da empresa. O protesto começou com aproximadamente 15 pessoas.

Os estudantes mostravam cartazes com as frases “Samarco mata e demite”, “Mineração privada, tragédia anunciada” e “Mineração mata e Pimentel (o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel-PT) facilita”.

O desabamento aconteceu na quinta-feira, 5. A coordenadoria de Meio ambiente do Ministério Público Estadual abriu inquérito para apurar as causas do rompimento das barragens.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s