Explosão em caldeira da BR Distribuidora deixa dois mortos

Explosão foi de grande impacto e os trabalhadores de uma empresa terceirizada a JB Produtos Industriais morreram carbonizados

Rio de Janeiro – A explosão em uma caldeira da BR Distribuidora, no Porto de Tubarão, em Vitória (ES) matou dois trabalhadores na manhã de hoje (26).

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo (Sindipetro-ES), a explosão foi de grande impacto e os trabalhadores de uma empresa terceirizada a JB Produtos Industriais, morreram carbonizados.

Segundo o sindicato, o primeiro combate ao fogo foi feito por petroleiros do terminal da Transpetro, que funciona anexo às instalações da BR Distribuidora.

Em nota, a Petrobras Distribuidora informa que instaurou uma comissão de investigação que já iniciou os trabalhos para apuração das causas da explosão seguida de incêndio.

O acidente ocorreu por volta das 10h de hoje, durante manutenção programada da tubulação de óleo combustível do tanque de alimentação da caldeira do Terminal de Vitória, localizado no Complexo de Tubarão (ES). 

O incêndio foi controlado pelas equipes de emergência e o Corpo de Bombeiros, que informou que não houve vazamento e não há risco para a população.

No acidente, morreram dois prestadores de serviço da empresa JB Produtos Industriais: Rubens Pereira Santos, de 43 anos; e Ademilton Florêncio Burini, de 35 anos.

Outro prestador de serviço e três empregados da Petrobras Distribuidora foram encaminhados a um hospital, para exames complementares, e já foram liberados.

A BR Distribuidora esclarece que o acidente não ocorreu na caldeira, que estava fora de operação, e que está prestando apoio às vítimas e suas famílias.

De acordo com a Federação Única dos Petroleiros (FUP) este foi o terceiro acidente com mortes somente este ano em unidades do Sistema Petrobras no Espírito Santo.

Em julho, dois trabalhadores terceirizados da Transpetro morreram quando montavam um andaime no Terminal Aquaviário de Barra do Riacho, na região da Aracruz.

Em fevereiro, uma explosão na FPSO Cidade de São Mateus, da empresa BW Offshore, matou nove trabalhadores e deixou 26 feridos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s