Famílias resistem à reintegração de posse em São Paulo

Moradores atearam fogo em entulhos e fizeram barricadas nas entradas da comunidade. Não houve confronto com a PM, mas a Tropa de Choque acompanha a ação

Cerca de 500 famílias resistem à reintegração de posse em uma comunidade localizada no Jardim Clímax, na zona sul da capital paulista. Moradores atearam fogo em entulhos e fizeram barricadas nas entradas da comunidade.

Não houve confronto com a Polícia Militar até as 7 h, mas a Tropa de Choque acompanha a ação.

A área particular, localizada na Rua Professor Artur Primavesi, está ocupada há mais de dois anos. No local, 70% das construções são de alvenaria. Alguns dos barracos de madeira pegaram fogo durante a reintegração, segundo os moradores.

O morador Alexandro Silva, promotor de vendas, de 36 anos, diz que resolveu ir embora da comunidade durante a madrugada, assim que viu o fogo das barricadas.

“Estou na casa da minha sogra temporariamente, mas não sei para onde ir. Os outros [moradores] já estão procurando um terreno para ocupar. Tem gente lá que não tem nem mesmo para onde ir”, disse.

O pedido de reintegração foi feito pela construtora Atua Projetos Imobiliários. A decisão partiu da 3ª Vara Cível do Foro Regional 3, Jabaquara.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s