Feriado terá 3,6 mi de veículos nas rodovias de São Paulo

O movimento mais intenso segue em direção ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida, no Vale do Paraíba

Sorocaba – Cerca de 3,6 milhões de veículos vão circular pelas rodovias que ligam a capital ao interior e litoral paulista no fim de semana prolongado pelo feriado de segunda-feira, 12, dedicado à Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Destes, 2,5 milhões usarão rodovias concedidas, segundo a Agência de Transporte do Estado de São Paulo, e 1,1 milhão passam pelas vias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem. O volume de veículos aumenta a partir da tarde desta sexta-feira, 9.

O movimento mais intenso segue em direção ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida, no Vale do Paraíba, que entre sábado e segunda deve receber 295 mil fiéis.

Pelo menos dez mil romeiros farão o percurso a pé, pelos acostamentos da rodovia Presidente Dutra.

Em razão do risco de atropelamentos, a concessionária preparou um esquema especial de orientação aos usuários.

Bases de atendimento aos caminhantes foram montadas em pontos estratégicos, principalmente entre Taubaté e Guaratinguetá.

Serão distribuídos 50 mil folhetos alertando os motoristas para a presença de romarias.

Outras estradas, como a D.Pedro I, a partir de Campinas, e o corredor Ayrton Senna-Carvalho Pinto, também podem ter a presença de caminhantes.

Está previsto tráfego intenso também em direção ao litoral paulista. No Sistema Anchieta-Imigrantes haverá operação descida com sete pistas no sentido da Baixada Santista, nesta sexta e no sábado, e com seis pistas, todas da Anchieta, no domingo.

A mudança na operação levou em conta a previsão de que muitas pessoas devem antecipar a volta do litoral para a capital no domingo. Quem segue para o litoral norte pela Tamoios terá pista extra na serra.

Veículos de grande porte estão proibidos de trafegar pela rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), acesso ao litoral norte, durante todos os fins de semana, das 13 horas de sexta-feira ao mesmo horário de segunda.

A restrição se aplica a caminhões com mais de 14 metros, em todo o trecho de Taubaté a Ubatuba, entre o km 4 e o km 78.

O DER alega que a estrada tem curvas fechadas e, nesse período, recebe tráfego intenso de automóveis, o que eleva o risco de acidentes.

O volume médio, que durante a semana é de 6 mil veículos por dia, mais que dobra nos fins de semana e sobe para 40 mil nos feriados prolongados.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s