Funcionários da GM protestam na Dutra contra demissões

Os funcionários da GM em São José dos Campos estão em greve desde segunda-feira passada

São Paulo – Centenas de trabalhadores da fábrica que a General Motors (GM) tem na cidade de São José dos Campos bloquearam nesta sexta-feira a rodovia Presidente Dutra, em protesto contra as cerca de 600 demissões realizadas pela empresa nos últimos dias.

A marcha reuniu cerca de 2.000 trabalhadores, segundo um comunicado publicado pelo Sindicato de Metalúrgicos de São José dos Campos em seu portal de internet.

Os funcionários da GM em São José dos Campos estão em greve desde segunda-feira passada.

“Temos a responsabilidade de unificar a luta com os trabalhadores de outras unidades, contra as demissões e a perda de direitos; vamos dizer não à redução de salários e sim à estabilidade do emprego”, assinalou o presidente do Sindicato de Metalúrgicos de São José, Antonio Ferreira de Barros, citado no comunicado.

Além de exigir a reincorporação dos demitidos, os sindicatos pedem uma redução da jornada de trabalho, para assim ajustar o volume de trabalho à queda da demanda no setor, mas sem que repercuta em seus salários.

Além disso, exigem que se proíba às empresas enviar lucro ao exterior e a nacionalização daquelas companhias que demitirem seu pessoal, como medidas que consideram necessárias para conter a crise do setor automotivo.

As demissões da General Motors ocorrem em um momento em que a indústria automotiva do país passa por uma séria crise como consequência de uma forte queda das vendas e também de suas exportações, principalmente as voltadas para a Argentina.

Segundo a Federação Nacional de Distribuidores de Veículos Automotores (Fenabrave), a venda de automóveis no país durante os primeiros sete meses deste ano caiu 17,87% em relação ao mesmo período de 2014.

A Fenabrave calcula que em junho passado houve no setor um total de 1.172 demissões, o que diminuiu o número de trabalhadores da indústria automotiva para 135.700, o mais baixo desde 2012.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s