Governo negocia redução da vazão da barragem de Sobradinho

O que está sendo feito para garantir abastecimento de água são tratativas com a ANA, que permitam operarmos com 800 m³ por segundo

Brasília – O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata, disse nesta sexta-feira, 6, que as autoridades do setor elétrico estão em negociações com a Agência Nacional de Águas (ANA) para que a vazão da barragem de Sobradinho seja reduzida de 900 m³ por segundo para 800 m³ por segundo, com o objetivo de preservar o nível do reservatório para o abastecimento de água da região.

“A afluência do Rio São Francisco tem sido insuficiente e o nível do reservatório de Sobradinho preocupa. Não há problema para a geração de energia elétrica, mas para outros usos”, afirmou Barata.

O que está sendo feito para garantir abastecimento de água – e não de energia – são tratativas com a ANA, que permitam operarmos não com mínimo de 900 m³ por segundo, mas de 800 m³ por segundo.

Em situação normal, a vazão mínima de Sobradinho é de 1.300 m³ por segundo e o MME já pediu que o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) analise a possibilidade deste volume cair para ínfimos 400 m³ por segundo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s