Há trabalho para desconstruir investigadores, diz Janot

Procurador defendeu as dez propostas contra a corrupção patrocinadas pelo Ministério Público que tramitam no Congresso

BRASÍLIA – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse nesta segunda-feira que há um trabalho “desonesto” para “desconstruir” a imagem de investigadores e juízes envolvidos na operação Lava Jato que, segundo ele, mostrou a falência do sistema de representação política do país.

Em discurso durante a posse da ministra Cármen Lúcia na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), Janot defendeu as dez propostas contra a corrupção patrocinadas pelo Ministério Público Federal (MPF) que tramitam no Congresso e disse que o Brasil precisa mudar e que, para isso, é necessário o empenho do Ministério Público e dos Poderes Legislativo e Judiciário.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s