Investigação sobre desastre da Samarco é tese de defesa

Promotor identificou que as conclusões da investigação sobre os motivos físicos para o desastre foram muito semelhantes com as apontadas por autoridades

Nova Lima  – A conclusão da investigação independente contratada pelas mineradoras Samarco, Vale e BHP Billiton, sobre o rompimento de uma barragem no ano passado, publicada nesta segunda-feira, minimizou eventos e servirá para tese de defesa das companhias, afirmou nesta segunda-feira à Reuters o promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais Carlos Eduardo Pinto.

Em uma análise preliminar, já que o relatório foi publicado pelas companhias no início desta tarde, Pinto identificou que as conclusões da investigação sobre os motivos físicos para o desastre foram muito semelhantes com as apontadas por autoridades, indicando como fator decisivo o recuo da barragem.

A investigação foi encomendada pelas mineradoras à Cleary Gottlieb Steen & Hamilton LLP.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s