Janot prevê extradição de Pizzolato ainda nesta semana

O próximo passo é que o Estado italiano comunique a embaixada brasileira em Roma que Pizzolato está "disponível" para voltar ao Brasil

Brasília – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, prevê que Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil condenado no processo do mensalão, pode ser extraditado da Itália para o Brasil ainda nesta semana. Em entrevista no Conselho Nacional do Ministério Público, Janot comentou a decisão da justiça italiana de extraditar Pizzolato.

O próximo passo é que o Estado italiano comunique a embaixada brasileira em Roma que Pizzolato está “disponível” para voltar ao Brasil. A partir daí, a Polícia Federal e a Interpol providenciarão a extradição.

Autoridades brasileiras enviaram para a justiça italiana um relatório sobre as condições de três presídios: o da Papuda, em Brasília, e de Curitibanos e Itajaí, em Santa Catarina. As autoridades italianas tinham demonstrado preocupação com a segurança de Pizzolato no sistema prisional brasileiro.

“A decisão mostra que as autoridades italianas entendem que parte do sistema prisional brasileiro está apto a receber um preso quanto às questões de respeito aos direitos humanos”, disse Janot. Pizzolato deve ficar, a princípio, na Papuda, numa ala reservada a outros condenados do mensalão.

Janot disse que deu garantia às autoridades italianas de que o período em que o ex-diretor do BB ficou detido na Itália por acusação de falsificação de documento será descontado no cumprimento de sua pena no Brasil.

A uma pergunta se a decisão da justiça e a boa vontade do governo italiano em extraditar Pizzolato poderia resultar em análise do caso Cesare Battisti, ativista italiano que teve o pedido de extradição para a Itália rejeitado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Janot respondeu que não. “Uma coisa não tem nada a ver com a outra”, afirmou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s