Jovem é baleado na Rocinha e moradores protestam

Jovem de 24 anos foi atingido por um tiro durante blitz da PM e está internado. Segundo mãe da vítima, rapaz não estava armado

Rio de Janeiro – Um jovem de 24 anos foi baleado na noite de sexta-feira, 16, durante uma blitz da Polícia Militar na Rocinha, zona sul do Rio. Adson da Conceição Figueiredo foi atingido com um tiro nas nádegas e está internado no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Após o episódio, moradores da comunidade realizaram uma manifestação e bloquearam os túneis Zuzu Angel e Rafael Mascarenhas, na ligação entre Gávea e São Conrado.

De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, a via foi bloqueada por volta das 22h30 e liberada à 1h30. Os moradores protestavam contra a ação da polícia na região.

O comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha conta que os policiais “foram ameaçados por dois homens armados, que estavam a bordo de uma motocicleta”, após checar denúncias em uma localidade conhecida como Roupa Suja.

A mãe do jovem, Jaciene dos Santos Conceição, de 46 anos, contesta a versão da polícia. Ela afirmou à reportagem do jornal O Globo que o filho estava na garupa de uma mototáxi quando o piloto furou o bloqueio policial ao receber ordem de parada, possivelmente por estar sem a carteira de habilitação. Segundo Jaciene, o rapaz não estava armado, nem tem envolvimento com o tráfico de drogas, mas faz uso de entorpecentes.

O caso foi registrado na 11ª Delegacia de Polícia (Rocinha). As investigações estão a cargo da Polícia Civil.

Na tarde de sexta, outro jovem já havia sido encontrado baleado em uma trilha que liga as comunidades Chácara do Céu e Rocinha. Em nota, o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vidigal informou que o rapaz, não identificado, “estava na região com amigos quando foi encontrado pelos policiais, que checavam denúncias de tráfico de drogas na área de mata”. Ele foi atingido no braço e está internado no Hospital Municipal Miguel Couto.

O comando determinou a abertura de uma sindicância “para apurar a conduta de um policial da unidade”. A ocorrência foi registrada na 15ª Delegacia de Polícia (Gávea).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s