Médico é morto a tiros após deixar plantão no Rio

Helder Dias da Costa Tomé Júnior foi abordado e baleado por dois jovens armados

Rio – Um médico foi morto a tiros no início da noite de sexta-feira, dia 8, em Irajá, na zona norte do Rio. Helder Dias da Costa Tomé Júnior tinha acabado de sair do plantão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bangu, quando foi abordado por dois jovens armados. Ele foi baleado e morreu na hora.

De acordo com testemunhas, os assaltantes se aproximaram do carro quando o médico reduziu a velocidade para passar em um quebra-molas, na esquina das ruas Samoa e Coronel Teixeira. Eles disseram que os criminosos aparentavam ser menores de idade e atiraram depois de Helder Dias ter descido do automóvel.

A Delegacia de Homicídios da Capital instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte do médico. Em nota, a Polícia Civil informou que foi realizada perícia no local e imagens de câmeras de segurança estão em análise. “Agentes realizam diligências em busca de informações que ajudem nas investigações”, diz o texto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s