“Nada compensa a ruptura constitucional”, diz Celso de Mello

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quarta-feira que cabe à Corte máxima "repelir condutas governamentais abusivas"

São Paulo – O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quarta-feira, 5, que cabe à Corte máxima “repelir condutas governamentais abusivas”.

Em discurso no Plenário pelos 28 anos da Constituição, o decano ressaltou que a Carta reservou aos magistrados e aos Tribunais a missão de “neutralizar qualquer ensaio de opressão estatal”.

“Incumbe, bem por isso, aos magistrados e aos Tribunais, notadamente aos Juízes da Corte Suprema do Brasil, o desempenho do grave encargo que lhes é inerente: o de velar pela integridade dos direitos fundamentais de todas as pessoas, o de repelir condutas governamentais abusivas, o de conferir prevalência à essencial dignidade da pessoa humana, o de fazer cumprir os 3 pactos internacionais que protegem os grupos vulneráveis expostos a práticas discriminatórias e o de neutralizar qualquer ensaio de opressão estatal”, disse Celso de Mello.

O ministro disse que “nada compensa a ruptura da ordem constitucional”.

Segundo ele, “a outorga ao Supremo Tribunal Federal da precípua condição de guardião da Constituição da República torna intensa a responsabilidade institucional desta Corte na preservação da autoridade da Carta Política, pois nada compensa a ruptura da ordem constitucional, porque nada recompõe os gravíssimos efeitos que derivam do gesto de infidelidade ao texto da Lei Fundamental da República”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s