Nem escolas particulares cumprem meta estipulada pelo Ideb

Pela segunda vez consecutiva, os anos finais do ensino fundamental e o ensino médio tiveram queda nas notas em comparação com a última edição do Ideb

São Paulo — Se a situação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica 2015 (Ideb) é ruim para o ensino público brasileiro, o cenário é ainda pior para o ensino particular. Os números, divulgados nesta quinta-feira (8) pelo Ministério da Educação, mostram que as notas das escolas particulares do país não atingiram a meta em nenhuma das etapas de educação.

Pior ainda: pela segunda vez consecutiva, os anos finais do ensino fundamental e o ensino médio tiveram queda nas notas em comparação com a última edição do Ideb.

Apenas os anos iniciais do ensino fundamental tiveram um crescimento, embora tímido e abaixo da meta, de 6,7 para 6,8.

A educação particular do Pará é a pior do país, segundo os dados divulgados do Ideb. A rede tem as piores notas tanto nos anos iniciais e finais do fundamental quanto no ensino médio.

Além disso, esse foi o estado com as notas mais distantes da meta estabelecida pelo governo federal. No anos iniciais, deveria ter atingido a meta de 6,6, mas só conseguiu 6,1 — sendo, portanto, a unidade da federação com a pior diferença nessa etapa de ensino.

Já nos anos finais do fundamental, tem a terceira pior diferença, atrás de Sergipe e Roraima. Nesse ano, deveria ter tirado a nota 6,3, mas ficou um ponto atrás, com 5,3.

No ensino médio a situação é ainda pior: novamente com a maior diferença do país, ficou 1,9 ponto atrás da meta, com a nota 4.

A decepção também é elevada nos dois maiores estados do país: Rio de Janeiro e São Paulo. Ambos não atingiram a meta em nenhum dos ciclos de ensino e apresentaram crescimento muito pequeno, quase de estagnação, com variação de até 0,2 pontos.

Veja as notas da educação particular dos estados brasileiros:

  Anos iniciais     Anos finais     Ensino Médio    
Estado Ideb 2015 Meta Diferença Ideb 2015 Meta Diferença Ideb 2015 Meta Diferença
Acre 7,1 6,8 0,3 5,9 6,1 -0,2 5,3 6,4 -1,1
Alagoas 6,3 6,3 0,0 5,4 6,0 -0,6 4,7 5,3 -0,6
Amapá 6,4 6,2 0,2 5,8 5,8 0,0 5,0 5,7 -0,7
Amazonas 6,7 6,7 0,0 6,1 6,5 -0,4 5,2 6,0 -0,8
Bahia 6,3 6,7 -0,4 5,7 6,4 -0,7 5,2 6,1 -0,9
Ceará 6,3 6,6 -0,3 5,8 6,6 -0,8 5,5 6,3 -0,8
Distrito Federal 7,1 7,3 -0,2 6,0 6,9 -0,9 5,6 6,6 -1,0
Espírito Santo 7,6 7,3 0,3 6,5 6,9 -0,4 5,7 6,4 -0,7
Goiás 6,9 6,8 0,1 6,3 6,4 -0,1 5,2 6,5 -1,3
M. G. do Sul 7,0 7,1 -0,1 6,4 6,6 -0,2 5,7 6,5 -0,8
Maranhão 6,1 6,2 -0,1 5,5 6,3 -0,8 4,7 5,5 -0,8
Mato Grosso 7,1 6,6 0,5 6,2 6,3 -0,1 5,3 6,1 -0,8
Minas Gerais 7,8 7,7 0,1 6,5 7,3 -0,8 5,6 6,8 -1,2
Pará 6,1 6,6 -0,5 5,3 6,3 -1,0 4,0 5,9 -1,9
Paraíba 6,5 6,6 -0,1 5,7 6,2 -0,5 4,9 5,8 -0,9
Paraná 7,2 7,4 -0,2 6,5 7,1 -0,6 5,5 6,5 -1,0
Pernambuco 6,2 6,6 -0,4 5,6 6,5 -0,9 4,9 6,1 -1,2
Piauí 6,6 6,6 0,0 6,0 6,4 -0,4 5,1 6,2 -1,1
R. G. do Norte 6,3 6,3 0,0 5,6 6,2 -0,6 4,9 5,9 -1,0
R. G. do Sul 7,4 6,9 0,5 6,2 7,0 -0,8 5,7 6,5 -0,8
Rio de Janeiro 6,3 6,8 -0,5 5,6 6,5 -0,9 5,0 6,0 -1,0
Rondônia 6,8 6,8 0,0 5,9 6,8 -0,9 5,2 5,8 -0,6
Roraima 6,8 7,1 -0,3 6,0 7,1 -1,1 5,6 5,6 0,0
Santa Catarina 7,7 7,4 0,3 6,6 6,9 -0,3 5,8 6,5 -0,7
São Paulo 7,1 7,5 -0,4 6,5 7,2 -0,7 5,6 6,5 -0,9
Sergipe 6,2 6,5 -0,3 5,4 6,7 -1,3 4,9 6,3 -1,4
Tocantins 6,7 6,7 0,0 6,1 6,2 -0,1 5,3 6,2 -0,9
Brasil 6,8 7,0 -0,2 6,1 6,8 -0,7 5,3 6,3 -1,0

Veja também: Meta para o Ideb de 2015 é cumprida apenas no fundamental

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s