Nomes para o Supremo; Maia de volta…

Acidente em Paraty

O trabalho de recuperação dos destroços do avião que caiu no mar e vitimou o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki recomeçou nesta segunda-feira. A empresa AGS iniciou ontem o reboque dos destroços com uma balsa equipada com guindaste para levar a lataria até a praia em Angra dos Reis. As peças seguiram de lá pela estrada até a Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador, onde serão submetidas a perícia. A caixa-preta do avião foi encontrada no sábado, com as gravações da cabine no dia do acidente. Nesta segunda, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou que, apesar dos danos no equipamento, os áudios estavam armazenados em área “altamente protegida”, mas não divulgou se já houve alguma extração dos dados. A Justiça Federal de Angra dos Reis decretou sigilo nas investigações nesta tarde.

_

Nomes para o Supremo

Nos bastidores de Brasília começam a ser ventilados os primeiros nomes que podem ocupar a vaga de Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federal. A nomeação é feita pelo presidente Michel Temer, que vem tomando sugestões de conselheiro formais e informais. Alguns nomes que surgiram foram dos ministros do Superior Tribunal de Justiça Isabel Galotti, Luis Felipe Salomão e Ricardo Villas Cueva, de Ives Gandra Filho, presidente do TST, do promotor e ex-secretário da Casa Civil e de Justiça de São Paulo, Luiz Antônio Marrey, do ministro do TCU Bruno Dantas e do advogado tributarista Heleno Torres.

_

Três túneis

Agentes da Força Nacional encontraram nesta segunda-feira o terceiro túnel próximo ao muro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, no Rio Grande do Norte. A prisão foi palco do assassinato de 26 detentos no sábado 14 e de uma rebelião que durou uma semana, com conflito a paus e pedra entre membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) e do Sindicato do Crime RN. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, ao longo da história do presídio são recorrentes as notificações de túneis cavados pelos presos. O solo dunar é fator que facilita a escavação.

_

Maia de volta

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), está autorizado a tentar sua recondução ao cargo no que depender da Justiça. O presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), Hilton Queiroz, derrubou a liminar de primeira instância que impedia a candidatura. Segundo o desembargador, cabe ao Legislativo determinar se Maia pode ou não se reeleger, algo que o regimento interno da Câmara veta. “A guerreada tutela provisória fere o princípio da separação dos Poderes (…), culminando em invadir competência própria da Câmara dos Deputados para dispor quanto à eleição de sua Mesa Diretora”, disse a decisão. O advogado Lucas Rivas, que pediu o impedimento, não vai recorrer.

_

Rosso esvaziado

Outro candidato à presidência da Câmara, Rogério Rosso (PSD-DF), assiste a seu apoio naufragar. Depois de reunião com Rodrigo Maia (DEM-RJ), a cúpula do PSD (cerca de 15 deputados e o novo líder Marcos Montes) decidiu apoiá-lo à recondução. Para garantir os votos, Maia prometeu um lugar na Mesa Diretora — terceira ou quarta secretaria —, mais espaço físico para a liderança do partido na Câmara e a relatoria de comissões. Rosso, que considerava deixar a disputa, será informado oficialmente nesta noite.

_

Três mortos em SP

O surto de febre amarela chegou a São Paulo. Nesta segunda-feira, a Secretaria do Estado de Saúde confirmou três mortes pela doença no estado, sendo dois por transmissão interna (autóctone) e uma “importada” de Minas Gerais. As mortes aconteceram em Américo Brasiliense, Batatais e Santana de Parnaíba. Outros dez casos são investigados no Instituto Adolfo Lutz. O número supera as mortes ocorridas pela doença no estado em 2016: no ano passado, foram duas.

_

Recurso nas Marginais

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), recorreu nesta segunda-feira da liminar que o impede de aumentar as velocidades máximas nas marginais Tietê e Pinheiros a partir do dia 25 e ressaltou que realizou estudos antes de desfazer a política de seu antecessor, Fernando Haddad (PT). “O projeto Marginal Segura é um projeto amplo, não é apenas a requalificação das velocidades, um programa de sinalização, segurança, educação, orientação e de revitalização”, disse o prefeito. “Não estamos brincando de fazer prefeitura.” Doria, contudo, não demonstrou os dados estudados e disse não ter a “obrigação” de publicar os números.

_

Palestra cancelada

João Doria cancelou sua participação na palestra como prefeito em evento do Lide, empresa fundada por ele para promover palestras com personalidades e políticos. Seriam cobradas cotas de patrocínio de 50.000 reais, como revelou reportagem da Folha de S. Paulo, configurando conflito de interesses. Num primeiro momento, Doria negou que houvesse restrição, mas não comparecerá após a repercussão negativa do caso.

_

Greve que segue

No Rio de Janeiro, o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) decidiu nesta segunda-feira continuar com a greve da categoria, que dura uma semana. Os agentes reclamam o pagamento do 13º salário, serviços extras e metas de 2016. O salário de dezembro, uma das reivindicações originais do movimento, foi pago.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s