Nuzman quer que competições permaneçam na Baía de Guanabara

"Os problemas relativos a esgoto estão sendo tratados. Vamos tratar da melhor maneira possível", disse o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, disse hoje (5) que “é preciso mais do que água e vento” para que alguma cidade possa receber as competições olímpicas de vela no lugar do Rio de Janeiro.

Em entrevista a jornalistas, como parte da agenda dos 100 dias dos jogos olímpicos, a despoluição da Baía de Guanabara foi tema da maior parte das perguntas da imprensa estrangeira, e Nuzman descartou mudança da competição para Búzios.

“Os problemas relativos a esgoto estão sendo tratados. Vamos tratar da melhor maneira possível”, disse ele. Os atletas brasileiros da vela treinam na Baía de Guanabara para as competições.

Apesar de a competência do tratamento do esgoto pertencer ao governo do estado, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, estimou que 60% do esgoto que chega à baía estará tratado em 2016, 20 pontos percentuais a menos que o compromisso olímpico. “A pressão não é ruim. E importante para que o Rio resolva”, destacou Paes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s