Oposição vai à PGR pedir prisão de Mercadante

Há indicios que o ministro petista prometeu dinheiro e ajuda para que Delcídio Amaral deixasse a prisão e escapasse do processo de cassação de mandato na Casa

Brasília – Partidos de oposição irão solicitar à Procuradoria-Geral da República (PGR) que peça a prisão do ex-chefe da Casa Civil e atual ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Gravações apresentadas pelo site da revista Veja indicam que o ministro petista prometeu dinheiro e ajuda para que o ex-líder do governo no Senado Delcídio Amaral (PT-MS) deixasse a prisão e escapasse do processo de cassação de mandato na Casa.

Advogados do PPS, PSDB e DEM estão reunidos para redigir a representação, que deverá ser entregue ainda nesta terça-feira, 15. “O caso é igual ao do Delcídio. Como prendem Delcídio e não prendem Mercadante?”, questionou o líder do PPS, Rubens Bueno (PR).

O pedido à PGR será oficialmente anunciado às 16h.

Delcídio foi preso no dia 25 de novembro do ano passado acusado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato e solto no dia 19 de fevereiro. O senador foi denunciado pela PGR ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Em conversas gravadas pelo filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, o senador aparece negociando o silêncio do ex-diretor da estatal.

Nas gravações, Delcídio sugere uma rota de fuga e dinheiro à família de Cerveró, para não ser mencionado em eventual acordo de delação premiada. O acordo de delação de Delcídio foi homologado nesta terça-feira, 15, pelo Supremo.

Lula

Diante da possibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aceitar ocupar um ministério no governo Dilma Rousseff, a oposição acertou que vai agir em conjunto para barrar a nomeação. Os oposicionistas vão apresentar ação popular que será protocolada em todos os Estados e no Distrito Federal. O lançamento da ação conjunta também será feito no fim desta tarde.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s