Padilha anula nomeação de Giles Azevedo para novo cargo

Segundo a Casa Civil, nomeação de Giles Azevedo foi feita por engano, já que a pasta que ele ocupava anteriormente foi extinta

Brasília – O ministro Eliseu Padilha anulou a portaria desta segunda-feira, 13, que nomeou Giles Azevedo para o cargo de assessor especial da Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República.

Azevedo, que vem assessorando Dilma Rousseff desde quando ela era ministra de Minas e Energia, estava no cargo de secretário executivo do Gabinete Pessoal da presidente afastada desde maio.

Ainda ontem, a Casa Civil esclareceu que, apesar da mudança de cargo, Azevedo continuará assessorando a presidente afastada e não atuará na equipe do ministro Eliseu Padilha, como sugeria a nova nomeação.

Segundo o esclarecimento de ontem da pasta, a nomeação em uma outra função havia ocorrido apenas porque a anterior que Giles ocupava foi extinta na reorganização da estrutura da Presidência feita por Michel Temer.

A portaria que torna sem efeito a nomeação de Giles Azevedo no novo cargo está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, dia 14.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s