Paes fala com Temer sobre preparativos e problemas dos Jogos

Na conversa, Paes falou sobre problemas financeiros, cobranças do COI e críticas feitas à Vila Olímpica

Rio de Janeiro – O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, passeou pela cidade e conversou por telefone com o presidente interino Michel Temer sobre os últimos preparativos e problemas na organização da Olimpíada nesta sexta-feira, dia da aguardada cerimônia de abertura no Maracanã.

Paes participou logo cedo da passagem da tocha pelo Cristo Redentor e depois seguiu para o centro revitalizado da cidade, onde ficará acessa a pira dos Jogos Rio 2016.

Na nova Praça Mauá, o prefeito chegou a se emocionar com um mensagem gravada de um discurso do papa Francisco em alusão ao Jogos do Rio, que foi exibida em um telão.

O prefeito recebeu um telefonema do presidente interino Michel Temer e na conversa falou dos últimos preparativos e problemas da cidade.

Na conversa, segundo uma fonte ligada ao prefeito, Paes falou sobre os problemas financeiros enfrentados pelo Comitê Rio 2016, das cobranças do COI sobre as dificuldades no acesso ao Parque Olímpico da Barra, dos problemas no serviço de revista de bolas e raio X nas arenas e das críticas feitas à Vila dos Atletas.

Ao ser questionado pela Reuters sobre o teor da conversa, Paes disse: “Ele me ligou para perguntar se estava tudo bem e eu disse que estava tudo tranquilo.”

Na última hora, o Comitê Rio 2016 conseguiu um socorro financeiro dos governos federal e municipal de 270 milhões de reais para fechar as contas das cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos, de acordo com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Os recursos seriam usados para fechar as contas do comitê organizador, que carregam um déficit que até o mês passado era de cerca de 500 milhões de reais, de acordo com uma fonte da organização.

O Comitê Rio 2016 informou à Reuters que os novos recursos estão disponíveis, mas a decisão de como utilizá-los está sendo analisada. Segundo o comitê, a utilização da verba não é “tão simples quanto parece”.

Separadamente, a Justiça Federal do Rio de Janeiro acatou um pedido do Ministério Público Federal para que seja dada transparência aos gastos e receitas do Comitê Rio 2016.

“Aqui se busca a transparência da organização desse evento de alto interesse público, com vultosos recursos federais, para o devido controle social, em tempos de cultura da informação”, disse o procurador do grupo de trabalho da Olimpíada de 2016, Leandro Mitidieri.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s