Petro perde 16,5 bi; Obama e Trump…

Petrobras perde 16,5 bi

A Petrobras relatou nesta quinta-feira prejuízo de 16,458 bilhões de reais no terceiro trimestre, ante prejuízo de 3,759 bilhões de reais no mesmo período do ano passado. O motivo é uma revisão no preço de ativos e de investimentos no valor de 15,709 bilhões de reais. Analistas estimavam lucro de 2,2 bilhões de reais – mesmo sem a revisão no valor dos ativos, o lucro ficaria muito abaixo do previsto, na cada dos 600 milhões de reais. Segundo a empresa a apreciação do real, a variação do petróleo e gastos com acordos fechados nos Estados Unidos pesaram nos resultados.

_

PDV nos Correios

O presidente dos Correios, Guilherme Campos, confirmou nesta quinta-feira que a companhia deve ter seu quarto prejuízo anual seguido em 2016. A expectativa é que o faturamento chegue a 20 bilhões de reais e o prejuízo gire em torno 2 bilhões. Para tentar aliviar a situação, a estatal espera a aprovação de um empréstimo de 750 milhões de reais com o Banco do Brasil para iniciar um plano de demissão voluntária (PDV). A expectativa é iniciar o programa até dezembro com uma adesão de 8.000 trabalhadores. Segundo Campos, a economia com os cortes ficará entre 800 milhões e 1 bilhão de reais por ano.

_

Varejo: ainda em queda

As vendas no comércio varejista caíram 1% em setembro em comparação com agosto. Segundo o IBGE, esse é o terceiro resultado negativo consecutivo no setor. Na comparação com setembro de 2015, as vendas caíram 5,9%. Já a receita nominal do comércio caiu 0,3% entre agosto e setembro, mas cresceu 5,7% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

_

2017: safra maior

O IBGE estima que a safra brasileira de 2017 produzirá cerca de 210 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. O número é 13,9% maior do que a colheita prevista para este ano. A previsão do IBGE para 2016 é que a safra feche em 183,8 milhões de toneladas —uma queda de 12,3% em relação ao ano passado. O Nordeste é a região onde há maior perspectiva de aumento da produção, 51%

_

Cheque da discórdia 1

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, tucanos e integrantes do governo desconfiam que o ministro do Tribunal Superior Eleitoral Herman Benjamin recomendará a cassação da chapa Dilma-Temer sem separação de presidente e vice. De acordo com o jornal, auxiliares do presidente temem incertezas no mercado financeiro por causa da decisão, que ganhou novos contornos desde o surgimento de um cheque nominal de 1 milhão de reais pago pela Andrade Gutierrez à campanha peemedebista que assumidamente é fruto de pagamento de propina por contratos públicos da empreiteira.

Cheque da discórdia 2

A polêmica do cheque fez o TSE marcar para a próxima semana uma acareação entre o ex-presidente da empreiteira Otávio Marques de Azevedo e o ex-ministro Edinho Silva, que foi tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff em 2014. Em delação premiada à Operação Lava-Jato, o empreiteiro afirma que o dinheiro foi repassado ao PT, mas um cheque apresentado leva o nome de Michel Temer, destinado expressamente à campanha de vice-presidente.

Equipe Doria

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria, apresentou mais oito secretários de sua equipe para a prefeitura. São eles o economista do Itaú Caio Megale (Fazenda), o ex-presidente da SPTuris e empresário Wilson Poit (Desestatização), o ex-presidente do Metrô Sérgio Avelleda (Transportes), o ex-presidente do Detran Daniel Annenberg (Inovação e Tecnologia), a ex-secretária de Planejamento Heloísa Proença (Desenvolvimento Urbano), o empresário de hotéis Julio Serson (Assuntos Internacionais), o jornalista Fabio Santos (Comunicação) e a vereadora Soninha Francine (Assistência Social).

Obama encontra Trump 

O presidente Barack Obama recebeu o republicano Donald Trump na Casa Branca nesta quinta-feira, numa reunião que classificou como “excelente”. Trump, que nunca havia encontrado Obama antes, disse esperar que o encontro durasse de 10 a 15 minutos, mas a reunião acabou durando 90. Os dois conversaram sobre questões internas e externas do país e discutiram a transição. O encontro manteve o tom cordial visto nas declarações de ambos na quarta-feira, após a confirmação da vitória de Trump. O magnata afirmou que foi uma “grande honra” se reunir com Obama. “Discutimos muitas situações diferentes, algumas maravilhas e algumas dificuldades. Estou ansioso para trabalhar com o presidente no futuro”, disse.

_

Americanos protestam

Pelo menos 25 cidades nos Estados Unidos registraram protestos contra a vitória de Trump desde a madrugada. Com faixas de “Não é meu presidente”, as manifestações aconteceram em locais como Chicago, Oakland e Los Angeles. Em Nova York, os manifestantes reuniram-se na frente da Trump Tower, sede dos negócios de Donald Trump. A CNN reporta que, embora os protestos tenham sido majoritariamente pacíficos, algumas pessoas foram presas e três policiais ficaram feridos. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s