PF deflagra operação contra pornografia infantil

A Polícia Federal deflagrou a operação Láquesis, para combater crimes de produção, armazenamento e distribuição de pornografia infantil

A Polícia Federal no Distrito Federal deflagrou nesta quinta-feira, 11, a Operação Láquesis, para combater crimes de armazenamento, produção e divulgação de pornografia infantil na internet.

Estão sendo cumpridos 29 mandados de busca e apreensão em Brasília (DF), 3 em Anápolis (GO), 1 em Vila Velha (ES), 1 em Sinop (MT) e 1 em Cuiabá (MT). Ao todo, participaram da operação cerca de 150 policiais federais.

Os envolvidos foram identificados durante o armazenamento e distribuição do material ilícito em redes ponto-a-ponto (P2P) na internet. No curso da investigação, foram tomados depoimentos de investigados e testemunhas.

Na operação desta quinta-feira, os agentes apreenderam notebooks, celulares, smartphones, pen drives, tablets, HDs externos, cartões de memória, entre outros.

Todo o material recolhido passará por exame pericial nas unidades da PF responsáveis pela execução das buscas domiciliares.

A operação recebeu este nome em referência a uma das três deusas denominada Láquesis, que determinava a vida humana e o destino, responsável pela distribuição das sortes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s