PF deflagra operação contra tráfico de drogas em 7 estados

Desde a madrugada de hoje, 130 policiais cumprem 12 mandados de prisão: 5 no Paraná, 3 em Pernambuco, 1 no Mato Grosso do Sul, 1 na Paraíba e 2 na Bahia

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (31) a Operação Minotauro. A meta é desarticular organizações criminosas em Pernambuco, Paraná e Mato Grosso do Sul relacionadas a esquema de tráfico transnacional de maconha e cocaína, além de contrabando de armas de fogo de uso restrito.

Segundo nota divulgada pela PF, desde a madrugada de hoje, 130 policiais federais cumprem 12 mandados de prisão: cinco no Paraná, três em Pernambuco, um no Mato Grosso do Sul, um na Paraíba e dois na Bahia. Duas pessoas estão foragidas.

Outros 21 mandados de busca e apreensão são distribuídos em cinco estados: Pernambuco, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Santa Catarina. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal.

Sequestro de bens e bloqueio de contas bancárias também foram determinados pela 13ª Vara Federal, além de quatro conduções coercitivas destinadas a pessoas supostamente relacionadas a processo de lavagem de dinheiro, entre elas, titulares de contas bancárias de pessoas físicas e jurídicas com expressiva movimentação financeira.

Até o momento, nove mandados de prisão já foram cumpridos. Também foi realizada a apreensão de duas caminhonetes S-10, um Jeta, uma Land Rover, um Gol, uma Hilux, um Ônix e uma motocicleta Honda Hornet CB600. 

Os presos, após os indiciamentos e interrogatórios, serão apresentados à Justiça Federal para audiência de custódia e, em seguida, serão submetidos a exame de corpo de delito e encaminhados para o Cotel (Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna).

Os investigados presos em outros estados serão interrogados na unidade da Polícia Federal e transferidos para Pernambuco.

Origem das investigações

As investigações começaram em 2015 com a identificação de 1.257 kg de maconha de origem paraguaia. A droga foi enviada a Pernambuco pela organização estabelecida no Paraná.

Segundo a PF, o fornecimento de drogas e armas de fogo era promovido mediante pagamento em espécie, depósitos bancários e doação de automóveis.

Nas investigações, foram apreendidas aproximadamente quatro toneladas de drogas das organizações criminosas investigadas, conforme informou a Polícia Federal. As apreensões ocorreram em Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco e no Paraná.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s