Polícia investiga venda de sorvete com maconha em Minas

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga a venda em Belo Horizonte de casquinha de sorvete com chocolate misturado a extrato de maconha

Belo Horizonte – A Polícia Civil de Minas Gerais investiga a venda em Belo Horizonte de casquinha de sorvete com chocolate misturado a extrato de maconha, o chamado “chocolate jamaicano”.

As investigações sobre a venda do entorpecente tiveram início em 4 de junho, com a prisão em flagrante de Lucas Gonçalves da Silva, de 21 anos, na capital.

O comércio do “chocolate jamaicano”, segundo as apurações da Polícia Civil, vem ocorrendo em portas de escolas, faculdades, teatros e festas.

A corporação informou que só revelou nesta terça-feira, 14, a prisão do traficante para que as investigações não fossem prejudicadas. No momento da prisão, Lucas estava no Centro de Belo Horizonte e carregava mochila com aproximadamente 50 casquinhas do chocolate jamaicano.

Ainda conforme a Polícia Civil, as investigações continuam para identificação de outros traficantes que estejam comercializando o entorpecente.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s