Quem aprova a CPMF é o Congresso, diz Dilma

Segundo Dilma, o tributo - que ela chamou de CPPrev - é para financiar a Previdência, que sofre uma queda cíclica quando diminui a atividade econômica

A presidente Dilma Rousseff comentou nesta terça-feira, 15, sobre a proposta de retorno da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), que consta do pacote de aumento de impostos e cortes de gastos anunciado ontem pela equipe econômica.

Segundo Dilma, o tributo – que ela chamou de CPPrev – é para financiar a Previdência, que sofre uma queda cíclica quando diminui a atividade econômica.

“O governo não aprova a CPMF, quem aprova é o Congresso. Nos empenharemos bastante para aprovar as medidas no Congresso”, comentou Dilma em rápida entrevista coletiva após cerimônia de entrega do prêmio Jovem Cientista, em Brasília.

A presidente ressaltou que o governo não está tomando essas medidas porque quer, mas sim porque é fundamental sair da situação de restrição fiscal o mais rápido possível, para que o País possa voltar a crescer.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s