Rasura em parecer é “falta de respeito”, diz Cunha na CCJ

Deputado afastado Eduardo Cunha criticou relatório que rejeita integralmente seu recurso no processo de cassação

Brasília – Com a apresentação de um novo relatório, que rejeita integralmente o recurso apresentado pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) sobre seu processo de cassação, o peemedebista ganhou mais 20 minutos para se pronunciar. Em sua fala, ele criticou o novo relatório.

Cunha chamou de falta de respeito o fato de o parecer de Max Filho (PSDB-ES) ter sido apresentado rasurado. Isso porque, para o novo voto, foi aproveitado o relatório do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA).

A assinatura foi riscada e, à caneta, foi escrito o nome de Max Filho. Outras partes do texto também foram rasuradas.

“Parecer riscado mostra a forma como se trata o processo, o correto seria suspender e fazer um voto de sua lavra”, disse Cunha. “Quero repudiar o relatório”, completou o parlamentar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s