Sistema político partidário está apodrecido, diz procurador

Argello foi preso nesta manhã pela Polícia Federal por suspeita de que atuou para evitar a convocação de executivos de empreiteiras para depor

O procurador da força-tarefa da operação Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou nesta terça-feira que o sistema político partidário do país está “apodrecido” e que a corrupção está espalhada por diferentes partidos, tanto da base governista como da oposição.

Segundo Lima, a nova fase da Lava Jato deflagrada nesta terça, que resultou na prisão do ex-senador Gim Argello (PTB-DF) por suspeita de tentar obstruir as investigações de CPIs da Petrobras no Congresso, mostra que a corrupção não é partidária e sim decorrente do sistemapolítico.

Argello foi preso nesta manhã pela Polícia Federal por suspeita de que atuou para evitar a convocação de executivos de empreiteiras envolvidos no esquema de corrupção da Lava Jato para prestar depoimento a CPIs no Congresso, em troca de pagamentos a partidos políticos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s