Transpetro teria pago R$70 milhões a Renan, Jucá e Sarney

São Paulo – O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado teria afirmado em depoimentos de delação premiada que pagou 70 milhões de reais em propina de contratos da estatal para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB – AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o  ex-presidente da República e ex-senador José Sarney (PMDB-AP), entre outros líderes peemedebistas, conforme informações na imprensa brasileira.

De acordo com reportagens nos sites dos jornais O Globo, Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo, a soma mais expressiva, de 30 milhões de reais, teria sido destinada a Renan, que também é citado como principal responsável pela indicação de Machado para a presidência da Transpetro, subsidiária da Petrobras e maior empresa de transporte de combustível do País.

Ainda de acordo com o relato de Machado divulgado pelas publicações, Sarney e Jucá teriam recebido 20 milhões de reais cada. Os senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Jader Barbalho (PMDB-PR) também teriam recebido dinheiro desviado da empresa.

Os peemenistas citados nas reportagens dos jornais têm negado o recebimento de recursos ilegais.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s