Um retrato da violência contra homossexuais no Brasil

Mato Grosso do Sul é o estado com o maior índice de mortes de homossexuais; veja outros dados

São Paulo — A cada 27 horas, um homossexual é assassinado no país. Só no ano passado, foram registradas 318 mortes de gays, travestis, lésbicas e bissexuais. 

A maior parte delas aconteceu em São Paulo, que lidera o triste ranking dos estados onde mais homossexuais são mortos violentamente. Proporcionalmente, o maior índice de assassinatos está no Mato Grosso do Sul. 

Todos os dados são do último relatório divulgado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), uma das mais antigas organizações de defesa de homossexuais no Brasil. Para o levantamento, o órgão analisa notícias divulgadas na impresa, dados da polícia e os enviados por organizações não-governamentais. 

Veja, abaixo, outros números.

//e.infogr.am/js/embed.js?fWR

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s