Veja como foi a sessão que cassou o mandato de Eduardo Cunha

Para perder o mandato, Cunha precisa de 257 votos – equivalentes à maioria simples dos 513 deputados.

São Paulo – Após quase 11 meses chegou, enfim, a sessão que definiu o destino político do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB).

Por 450 votos a 10, o peemedebista teve o seu mandato cassado às 23h50 desta segunda-feira (21). Cunha é acusado de possuir contas bancárias secretas no exterior e de ter mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras. 

Com a decisão, ele também perde os direitos políticos até janeiro de 2027.

Veja como foi a sessão. 

0:12
13/9/2016

Fim da cobertura ao vivo

EXAME.com encerra a cobertura ao vivo da sessão que cassou o mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Até breve.


23:57
12/9/2016

Eduardo Cunha perde, oficialmente, o cargo

Apesar dos temores de que a sessão para decidir sobre a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seria esvaziada, o plenário estava cheio e 450 deputados votaram a favor da perda de mandato do ex-presidente da Câmara dos Deputados.

Com duração de 4 horas, a sessão marcou o derradeiro capítulo do processo de cassação do peemedebista. No total, 450 deputados votaram para que Cunha fosse cassado. Por outro lado, 10 parlamentares votaram contra cassação do peemedebista e 9 se abstiveram.

Com Quorum Alto Camara Aprova Cassacao De Cunha


23:56
12/9/2016

Fim de sessão

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerra a sessão que cassou o mandato de Eduardo Cunha. 


23:53
12/9/2016

Fim de votação

Por 450 votos a 10, deputados cassam o mandato de Eduardo Cunha.  


23:38
12/9/2016

Líderes discursam durante a votação

Neste momento, os líderes dos partidos fazem suas considerações enquanto os deputados votam no sistema eletrônico. O resultado deve sair em instantes.


23:29
12/9/2016

A votação está aberta

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), abre o painel para votação – há 467 deputados presentes no plenário.


23:17
12/9/2016

Deputados aprovam requerimento para fim de discussão

O requerimento do deputado Antonio Imbassahy, que pede o fim do debate entre os deputados no plenário da Câmara, foi aceito pela maioria.

A partir de agora, os parlamentares encaminham votação.


23:13
12/9/2016

“Eu peço a vocês que me julguem com isenção”

Durante cerca de 30 minutos, o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), apresentou sua defesa contra a cassação de seu mandato no plenário da Casa. 

Veja A Integra Do Discurso De Eduardo Cunha Na Camara


22:41
12/9/2016

O que disse Cunha em sua defesa

Segundo o peemedebista, o chamado "petrolão" é um esquema criminoso para financiar campanhas do PT e que a sua cassação vai ser usada pelos petistas para falar que o impeachment de Dilma Rousseff foi um "golpe". "A minha cassação é um troféu para dizer que foi dado um golpe na presidente (Dilma). Golpe é usar o dinheiro da Petrobrás para apagar de caixa dois de campanha", disse.

Petrolao E Esquema Para Financiar Campanhas Do Pt Diz Cunha


22:40
12/9/2016

Requerimento pede fim do debate entre os deputados

Neste momento, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), abre para orientação dos partidos sobre a votação do requerimento para o fim da discussão entre os parlamentares.   

A ideia é acelerar o processo.


Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s