Veja como foi a votação na comissão especial do impeachment

Na última quarta-feira, o relator Antonio Anastasia recomendou a continuidade do processo

São Paulo — A comissão especial que analisa o impeachment de Dilma Rousseff no Senado votou nesta sexta-feira (06) o parecer de Antonio Anastasia (PSDB-MG), que recomendou a continuidade do processo contra a presidente. No total, o placar foi de 15 votos favoráveis a cinco contrários

Veja como cada um dos senadores votou

Os líderes dos partidos falaram por cinco minutos. Em seguida, começou a votação. Veja como foi a sessão:

06/05/2016 – 13:25

Veja como votou cada deputado

Foram 5 votos contrários e 15 favoráveis. O senador Raimundo Lira (PMDB-PB), presidente da comissão, se absteve. Veja como cada um deles votou

06/05/2016 – 13:14

Por 15 votos a 5, comissão aprova parecer

06/05/2016 – 13:14

Começa a votação na comissão

Os 21 senadores começam a votação. O resultado aparecerá no painel eletrônico da sala. 

06/05/2016 – 13:04

O relator Antonio Anastasia tem a palavra

“Sabíamos que essa função não seria simples”, diz. “Não estamos discutindo aqui crimes comuns, honestidade ou desonestidade, mas crimes de responsabilidade que decorre do exercício da função”. 

06/05/2016 – 13:02

11 partidos orientam voto favorável ao impeachment

A maioria das legendas com representação no Senado aconselharam voto favorável à continuidade do processo na Casa. Veja:

Bancada Orientação
PP Sim
PSC Sim
PV Sim
PSB Sim
PMDB Sim
PSD Sim
DEM Sim
PSDB Sim
PTB Sim
PCdoB Não
PR Sim
PDT Não
PPS Sim
PT Não
Bloco Democracia Progressista (PP e PSD) Sim
Bloco do governo (PT-PDT) Não
Bloco da oposição (PSDB-DEM-PV) Sim
Bloco moderador (PTB, PR, PSC, PRB e PTC) Sim

06/05/2016 – 13:01

PT encaminha voto contrário à admissibilidade

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) encaminha voto contrário à admissibilidade do impeachment. 

“Defendemos que em ano de crise, o Estado gaste mais”, diz. “Vamos sair dessa votação com a cabeça erguida, com altivez porque sabemos o que está atrás desse golpe: reitrar conquistas dos trabalhadores e parar as investigações”. 

06/05/2016 – 12:55

Bloco Democracia Progressista encaminha voto SIM

O senador Gladson Cameli (PP-AC), líder do Bloco Democracia Progressista (PP e PSD),  encaminha voto favorável a continuar o processo contra Dilma.

06/05/2016 – 12:50

PPS orienta voto favorável pela admissibilidade

Cristovam Buarque (PPS-DF), líder do PPS, afirma voto favorável. 

“O modelo que está há 13 anos no governo se esgotou. Não temos como continuar com esse modelo”, afirma. “Nossa Repúlbica está doente. Nenhum voto anterior exigiu de mim tanta coragem. Mas há momentos em que você não pode ficar preso aos eleitores e bases de apoio”. 

Veja a entrevista que o senador concedeu a EXAME.com 

Impeachment ajuda Brasil mas piora democracia, diz Cristovam

06/05/2016 – 12:40

Governo orienta voto contrário

O senador Humberto Costa (PT-SP), líder do governo no Senado, orienta voto contrário à admissibilidade do impeachment. 

“Esse processo está viciado porque tem a impressão digital, a malícia do senhor Eduardo Cunha”. 

06/05/2016 – 12:36

PDT encaminha voto contrário

O senador Telmário Mota (PDT-RR) encaminha voto contrário. 

Ele chama o deputado federal Eduardo Cunha de psicopata e diz que ele foi abandonado por quem o usou para abrir o impeachment. “Esse processo de impeachment não está amparado na lei”, diz. 

06/05/2016 – 12:30

Bloco Moderador orienta voto sim

O senador Magno Malta (PR-ES), líder do bloco moderador (PTB, PR, PSC, PRB e PTC), orienta voto SIM 

“Nunca vi um processo tão democrático”, afirma depois de citar versos da Bíbliaa. “Estamos no antepenúltimo capítulo do fim do foro de São Paulo”. 

06/05/2016 – 12:26

PR encaminha voto sim

O senador Wellington Fagundes (PR-MT) encaminha voto SIM. 

“Quero parabenizar a população brasileira que foram às ruas protestar sem incidentes”, afirma. 

Na foto: o senador durante a campanha eleitoral de 2014, quando o PR fazia parte da base aliada de Dilma. A legenda deixou o governo em meados de abril. 

06/05/2016 – 12:16

PCdoB encaminha voto não

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) encaminha voto NÃO.

“Tomar a atitude mais fácil nem sempre é o mais justo. É fácil ficar do lado do impeachment quando a presidente tem baixos índices de insatisfação”, diz. “Isso é e será sempre caraterizado como golpe”. 

“Estamos diante de um cólégio eleitora de exceção porque é pior do que os tribunais de exceção”, diz.”Estamos diante de uma denúncia que custou 45 mil reais pagos pelo PSDB que hoje tem a relatoria do processo”. 

06/05/2016 – 12:10

PSDB encaminha voto SIM

O senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado, aconselha voto SIM.

“Esse voto representa os 43 milhões de brasileiros que votaram na bancada do PSDB no Senado”, afirmou. “Foi essa fraude fiscal que encaminhou o Brasil para a maior crise da sua história. Nada atenta mais ao direito do trabalhador do que o desemprego”.  

06/05/2016 – 12:07

Bloco do governo encaminha voto não

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), líder do bloco de apoio ao governo (PT-PDT) no Senado, aconselha voto 

Segundo ela, as acusações contra Dilma não eram irregulares até outubro de 2015. “É como se fôssemos penalizar uma infração de trânsito com a pena de morte. É isso que se está fazendo aqui”, diz a senadora. 

Ela a afirma que a “política não tolera mulheres no comando”. E conclui dizendo que parlamentares serão conhecidos como “golpistas da Constituição”. 

06/05/2016 – 12:01

PTB encaminha voto sim

O senador Zezé Perrella (PTB-MG) encaminha voto favorável ao impeachment. Ele também defende o parlamentarismo. 

“Nós não temos que ter dúvida com relação ao nosso voto. Isso mostra que a lei vale para todos”, diz. “Como defender um governo corrupto desses?”

06/05/2016 – 11:59

Bloco da oposição encaminha voto sim

O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), líder da oposição no Senado, aconselha voto SIM.

Ele reconhece que o impeachment é um remédio amargo para o país e que o voto popular não pode ser uma “cidadela para a impunidade”. “O afastamento da presidente Dilma é uma necessidade inadiável”, afirma. 

06/05/2016 – 11:54

DEM encaminha voto sim

O Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) aconselha o voto SIM.

“Os novos gerentes precisarão ter compromisso com a verdade” 

06/05/2016 – 11:49

PSD encaminha voto sim

O senador José Medeiros, líder do PSD no Senado, aconselha voto SIM. 

“Tenho certeza que o povo brasileiro olha para esta Casa e diz: ‘teria que vir antes'”, afirma. “Esse processo é da população brasileira”. Segundo ele, “democracia não é sinônimo de petismo. Democracia não é o PT e neste momento estamos zelando por ela”. 

06/05/2016 – 11:40

PMDB encaminha voto sim

O senador Waldemir Moka, líder do PMDB no Senado, aconselha voto SIM. 

“Não nos cabe outra alternativa a não ser a de votar pela abertura do processo”, diz. 

06/05/2016 – 11:38

PSB encaminha voto sim

O senador Fernando Bezerra Coelho, líder do PSB no Senado e ex-ministro da Integração Nacional do governo Dilma, aconselha voto SIM. 

“A presidente da República, temos certeza, continuará a exercer sua ampla defesa em uma próxima fase quando deverão ser apreciados os elementos de prova. Mas, neste momento tão importante da vida nacional, não temos como nos posicionar pela admissibilidade da denúncia”. 

06/05/2016 – 11:31

PV encaminha voto sim

O senador Álvaro Dias, líder do PV, afirma que processo de impeachment é de natureza poltítica e jurídica. Segundo ele, os arumentos jurídicos são incontestáveis e há um imenso apoio popular.

“Não há dúvida que houve crime de responsabilidade com dolo já que a presidente foi alertada sobre a prática dessas irregularidades”, diz. 

Ele ainda pede para incluir no julgamento outros fatos não apresentados na denúncia. O senador Anastasia recomendou medida semelhante em seu relatório. 

06/05/2016 – 11:23

PSC encaminha voto sim

O senador Eduardo Amorim, líder do PSC no Senado, encaminha voto favorável ao impeachment. 

Segundo ele, relatório de Anastasia corroborou sua convicção de que a presidente cometeu crime de responsabilidade. “A transparência é um dos mais importantes pilares de uma democracia”, afirma. “Espero que pedaladas fiscais nunca mais neste país”. 

06/05/2016 – 11:20

Ana Amélia (PP-RS) encaminha voto sim

A senadora é a primeira líder de bancada a falar. Para ela, não há dúvidas de que a presidente Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade. 

“Esse processo, por mais doloroso que seja, consolida a democracia no país”, afirma. “Ninguém está acima da lei”. 

06/05/2016 – 11:17

Questão de ordem é indeferida

O presidente da comissão, Raimundo Lira (PMDB-PB), indefere a questão de ordem da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Ela diz que vai recorrer. 

06/05/2016 – 11:15

Somos todos Anastasia, diz Cássio Cunha Lima

Antonio Anastasia (PSDB-MG) apresentou relatório favorável ao impeachment na última quarta-feira. 

06/05/2016 – 11:14

Cássio Cunha Lima diz que pedido de Gleisi não se sustenta

“Nós apoiamos a decisão do STF, classificando-a como extraordinária”, afirma o senador tucano. “No julgamento, ficou claro que todos atos praticados pelo deputado Eduardo Cunha são válidos”. Na visão dele, essa é mais uma chicana para atrasar o processo contra a presidente. 

06/05/2016 – 11:11

Gleisi pede suspensão da comissão

Segundo Gleisi Hoffmann (PT-PR), STF decidiu que Cunha agiu por “desvio de função”. Para ela, esse fenômeno deve tornar nulo o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Diante da decisão do Supremo de afastamento do presidente da Câmara por desvio do poder, resta-nos falar aqui que as decisões tomadas por ele são nulas”, afirma. 

Com isso em vista, ela apresenta uma questão de ordem pedindo que a comissão seja suspensa até que o presidente do Senado analise a questão de ordem. 

STF vota com Teori e suspende “era Cunha” na Câmara

06/05/2016 – 11:08

“Este não é um projeto de governo”, diz Simone Tebet

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) defende o programa “Ponte para o futuro”.

06/05/2016 – 11:03

O que Temer faria na economia?

Lindbergh Farias critica propostas apresentadas pelo PMDB para a economia brasileira. Veja em detalhes o que esperar de um eventual governo Temer:

O que Temer faria na economia? Documento do PMDB dá pistas

06/05/2016 – 10:59

Sessão é retomada

Raimundo Livre pede para que ninguém interrompa ninguém para não perder a eficiência. 

Lindbergh Farias (PT) tem a palavra para rebater críticas dos colegas. 

06/05/2016 – 10:58

E alguns senadores já adiantaram o voto nas redes sociais

06/05/2016 – 10:53

Selfie histórica

06/05/2016 – 10:38

Sem campainha não dá para ter sessão

A sessão é suspensa para trocar a campainha da sala que, segundo o senador Raimundo Lira (PMDB-PB), não estaria à altiura deste momento histórico. 

06/05/2016 – 10:33

Cássio Cunha Lima e Lindbergh Farias batem boca

O senador tucano critica postagens das redes sociais com conteúdos falsos. Ele alfineta o colega Lindbergh Farias (PT-RJ) por reproduzir informações falsas em sua página no Facebook. Lindbergh Farias (PT-RJ) rebate as acusações. 

06/05/2016 – 10:29

Começa a sessão para votar impeachment

Esta é a nona reunião da Comissão Especial de Impeachment no Senado. Os membros do colegiado decidem hoje se plenário da Casa deve abrir julgamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

06/05/2016 – 10:21

O roteiro da votação

A sessão será aberta e cada um dos dez líderes terá até cinco minutos para falar. Depois, cada senador irá declarar o voto. O resultado aparecerá em um painel eletrônico na sala. 

O parecer de Anastasia será aprovado se 11 dos 21 senadores que compõem o colegiado votarem “sim”. 

06/05/2016 – 10:16

A íntegra do relatório que será votado hoje no Senado

06/05/2016 – 10:11

Quem são os senadores que irão decidir o futuro de Dilma

Veja a lista dos senadores escolhidos a dedo para analisar a continuidade do processo contra Dilma. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s