Veja minuto a minuto de ação da Lava Jato contra Lula

Lula é alvo de condução coercitiva por suposto envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras

São Paulo – A Polícia Federal deflagrou hoje (4) a 24ª fase da Operação Lava Jato, que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como principal alvo. As medidas investigativas foram colocadas em prática para buscar provas que possam comprovar ou não a participação do ex-presidente no esquema de corrupção da Petrobras.

No total, foram expedidos 33 mandados de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. Lula foi ouvido no Aeroporto de Congonhas das 8 horas da manhã até próximo do meio dia. 

Para o procurador Carlos Fernando, a prisão do ex-presidente não foi pedida pois não há pressupostos necessários — tratavam-se de "indicativos fortes". "As investigações não são conclusivas para pedir a prisão", ele diz.

O Ministério Público Federal trouxe detalhes da ação de hoje em coletiva de imprensa que EXAME.com cobriu ao vivo. Toda a cobertura do dia que o ex-presidente depôs na Lava Jato, você confere abaixo.

04/03/2016 – 18:18

Termina aqui a cobertura ao vivo de EXAME.com

Continue seguindo todas as notícias sobre o esquema no link Operação Lava Jato.

04/03/2016 – 18:05

O DISCURSO DE LULA

Em declaração nesta tarde, Lula disse ter ficado indignado com a ação do MPF, já que estava disposto a colaborar com as investigações.

“Eu estou indignado também com o comportamento de determinados meios de comunicação”, afirmou o ex-presidente. “Hoje quem incrimina é uma manchete.”

Lula voltou a negar ser proprietário dos imóveis investigados pelos procuradores. “Eu uso a de um amigo, porque os inimigos não me oferecem”, disse sobre o sítio em Atibaia. 

A respeito do tríplex no Guarujá, Lula afirmou que o dia que encontrarem seu nome na escritura, podem chamar o apartamento de seu. 

“Se eu não comprei e não paguei, não é meu”, afirmou o ex-presidente. “Quero saber quem vai me dar esse apartamento quando o processo terminar. Vai ser a Globo? Vai ser o Ministério Público?” 

Por fim, Lula disse que se tornou uma dos maiores palestrantes do mundo, por tudo o que fez pelo Brasil — em especial a respeito dos avanços sociais em seu governo. O preço das palestras, portanto, foi baseado naquele que o ex-presidente via como semelhante, o ex-presidente norte-americano Bill Clinton.

“Quem é o que cobra mais caro? É o Bill Clinton? Vamos cobrar que nem ele”, disse. “Bill Clinton foi meu paradigma.”

04/03/2016 – 18:04

A VERSÃO DO MPF

O objetivo da operação foi destrinchar os ganhos da LILS Palestras e do Instituto Lula, controladas pelo petista. Entre 2011 e 2014, ambas teriam recebido R$ 30 milhões, boa parte repassado por empreiteiras com participação já comprovada no âmbito da operação.

De acordo com o procurador Carlos Fernando, cerca de 60% das doações ao Instituto Lula e 47% dos rendimentos com palestras foram feitas por Camargo Corrêa, Odebrecht, Queiroz Galvão, UTC, Andrade Gutierrez e OAS.

“Estamos investigando também vantagens indevidas pagas ao ex-presidente, que é outro aspecto do crime de corrupção”, diz o procurador.

Isso porque OAS e Odebrecht, além de serem doadoras, seriam as responsáveis pelas altas cifras despendidas nas reformas no tríplex do Guarujá e do sítio em Atibaia. Pesa sobre ambos os imóveis a suspeita de que se trata de pagamento de favorecimentos ilícitos e, consequentemente, lavagem dinheiro.

Há indícios também de que duas empresas da família receberam recursos do Instituto Lula por motivos desconhecidos. Como as maiores doadoras do Instituto são empreiteiras, o MPF investiga se houve triangulação para favorecimento indireto. Foram dois repasses: R$ 1 milhão e R$ 90 mil, segundo o procurador.

“Ainda estamos em investigação”, disse o Carlos Fernando. “Não há nenhuma conclusão a respeito.”

Os pedidos de busca e apreensão chegaram ao juiz federal Sérgio Moro há 15 dias, não há, portanto, qualquer relação com as delações do senador Delcídio do Amaralrevelados pela revista Istoé.

O procurador justifica a condução de ex-presidente dizendo que se fosse marcada uma oitiva com antecedência, haveria problemas com segurança. A evidência são as manifestações que ocorreram em São Bernardo e no Aeroporto de Congonhas.

Por fim, foi revelado pelos investigadores que houve quebra do sigilo bancário e fiscal do presidente Lula para auxiliar a checagem dos fatos, medida que corre em sigilo de justiça.

04/03/2016 – 17:45

Dilma Rousseff encerra sua fala

Fechando o discurso, Dilma Rousseff diz que a suposta delação tem único objetivo de prejudicar sua imagem e governo.

04/03/2016 – 17:44

SUPOSTA delação

Dilma bate na tecla que a delação pode nem ter ocorrido. As afirmações atribuídas ao senador estão claramente desmentidas por termos temporais, de acordo com a presidente.

“É absurda qualquer associação com o encerramento da CPI dos Bingos com a campanha eleitoral de 2010. Eu não só não antecipei o final, como é absurdo supor que, em 2006, sabia o que aconteceria em 2010.”

04/03/2016 – 17:41

Operação Lava Jato

Sobre a medida para atrapalhar as investigações da Lava Jato, em conversa tratada com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, Dilma diz que o ministro reiteradamente negou qualquer intereferência sobre o processo.

O assunto, ela reafirma, era o reajuste de funcionários do judiciário.

04/03/2016 – 17:38

Dilma contesta fatos revelados pela delação de Delcídio

Dilma Rousseff diz que todas as etapas da investigação da PGR foram seguidas. 

Segundo a presidente, nenhum elemento novo foi revelado em relação ao que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tinha em mãos quando pediu o arquivamento das acusações sobre Pasadena.

04/03/2016 – 17:35

Foi uma desnecessária condução coercitiva, diz Dilma

“É preciso respeito aos direitos individuais em face as investigações e que elas jamais impliquem em providências mais fortes que aquelas necessárias para o esclarecimento dos fatos.”

04/03/2016 – 17:34

Presidente Dilma fala agora

Entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

04/03/2016 – 17:08

Ex-presidente Lula chega à cidade de São Bernardo do Campo

Sindicalistas que foram a São Bernardo recepcionar o ex-presidente pedem para grupo não dispersar. Eles cantam agora o hino nacional.

Em seguida, serão passadas orientações para manifestação de apoio a ser realizada amanhã.

04/03/2016 – 17:03

Ex-presidente Lula chega à cidade de São Bernardo do Campo

04/03/2016 – 17:00

Ex-presidente Lula chega à cidade de São Bernardo do Campo

04/03/2016 – 16:40

Últimos preparativos

Soldados da Polícia Militar entram em formação para a chegada do ex-presidente Lula a sua casa, em São Bernardo do Campo.

Espera-se que ele chegue em 10 minutos.

04/03/2016 – 16:13

Manifestantes pró e contra Lula foram separados 2

Do outro, os apoiadores do ex-presidente:

04/03/2016 – 16:06

Manifestantes pró e contra Lula foram separados 1

De um lado, os manifestantes contra Lula: 

04/03/2016 – 15:47

Pessoas continuam chegando na rua da casa de Lula

A polícia interditou cerca de dois grandes  quarteirões em frente à casa de Luiz Inácio Lula da Silva. Há vendedores de cerveja e outras bebidas na porta do prédio onde o ex-presidente mora com a famíla. Há várias faixas dos metalúrgicos do ABC e da CUT. Não para de chegar gente. 

04/03/2016 – 15:16

O mapa da Operação Alethea

Veja, no mapa, por onde os agentes da Polícia Federal cumpriram os mandados de busca e apreensão na manhã de hoje. 

04/03/2016 – 15:13

Termina a coletiva

Lula é ovacionado por militantes ao fim do discurso. Eles voltam a cantar “Lula/Guerreiro/Do povo brasileiro”,

04/03/2016 – 15:11

Eu vou rodar esse país

Lula diz é só “pagar um avião” que vai rodar o país para discursar em benefício do renascimento do PT.

“Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça. Bateram no rabo e ela está viva.” 

04/03/2016 – 15:10

Renascimento

“O que aconteceu hoje era o que precisava acontecer levantar a cabeça. Há muito tempo, está de cabeça baixa. Há muito tempo, que todo dia, fazem o PT sangrar.”

04/03/2016 – 15:07

Respeito

“Embora eu esteja intimamente magoado, acho que eu merecia um pouco mais de respeito. Eu fui melhor que todos esses que governaram esse país. Eu provei que o povo humilde pode andar de cabeça erguida, que pode comer carne de primeira e que pode ter dente para sorrir.”

04/03/2016 – 15:04

Se eu não comprei e não paguei, não é meu

“Quero saber quem vai me dar esse apartamento quando o processo terminar. Vai ser a Globo? Vai ser o Ministério Público?”

04/03/2016 – 15:03

Sobre a imprensa

“Eu estou indignado com o comportamento de determinados meios de comunicação. Hoje quem incrimina é uma manchete.”

04/03/2016 – 15:01

Me empresta o sítio

“Eu uso a de um amigo, porque os inimigos não me oferecem.”

04/03/2016 – 15:00

“Se teve um centavo de desvio, não mereço ser desse partido”

Ex-presidente direciona a fala a Rui Falcão.

04/03/2016 – 14:58

Onde ponho meus presentes?

“Se somar todos os presentes da história do Brasil, desde o Floriano Peixoto, eu sou o que mais ganhou presente. Até trono da África, eu tenho. Agora eu saio da presidência e onde eu ponho?”

04/03/2016 – 14:56

Bill Clinton foi meu paradigma

Lula diz que se tornou uma dos maiores palestrantes do mundo, ao lado de Bill Clinton, por tudo o que fez pelo Brasil. Isso é o que justificaria o preço das palestras.

“Quem é o que cobra mais caro? É o Bill Clinton? Vamos cobrar que nem ele.”

04/03/2016 – 14:55

Eu acredito em instituições fortes

“Eu acredtio em instituições fortes, pois é a garantia de um Estado forte. A primeira coisa que eu fiz foi instituir a indicação dos primeiros escolhidos nas listas tríplices. Eu adotei isso no Brasil.

Mas é preciso que os procuradores saibam que uma instituição forte precisa de gente com muita responsabilidade.”

04/03/2016 – 14:52

Lula fala sobre troca de Ministro da Justiça

Lula diz que “ninguém” quer que Dilma Rousseff governe esse país e qualquer coisa que faça é recriminável.

“Eu nem sei quem é o novo ministro e falaram que eu indiquei.” 

04/03/2016 – 14:48

Lula fala agora em entrevista coletiva

O ex-presidente pede desculpas aos familiares e amigos. “Ser amigo do Lula é um problema.”

04/03/2016 – 14:39

“Não era necessário esse show”, disse Lula

Em entrevista coletiva, Lula afirmou: “eles acenderam em mim a chama de que a luta continua. É preciso a gente voltar às ruas para conversar com o povo brasileiro”. 

“Não era necessário esse show, já não era necessário o show do Delcídio ontem. Há todo um complo midiático para desgastar nosso governo”, afirmou Lula em encontro com militantes do PT. 

04/03/2016 – 14:27

Só quem precisa de autonomia é nossa presidenta, diz Lula

04/03/2016 – 14:23

Não devo e não temo, diz Lula

“Se o juiz Moro ou o Ministéro Público quisessem me ouvir, era só chamar que eu iria. Eu sempre fui prestar esclarecimento por que não devo e não temo”, disse Lula há pouco em São Paulo. 

Segundo ele, “estamos em um processo que a pirotecnia vale mais do que qualquer coisa”. 

04/03/2016 – 14:08

Lula teria se irritado com pergunta sobre pedalinho

Segundo relato do deputado Paulo Teixeira (PT-SP) ao jornal Folha de S. Paulo, Lula teria se irritado com pergunta de agente da Polícia Federal sobre pedalinhos no sítio em Atibaia. De acordo com o relato, ele teria dito que tal questionamento não está à altura da Polícia Federal. 

04/03/2016 – 12:53

Veja o vídeo de Rui Falcão chamando a militância do PT

04/03/2016 – 12:41

Lula acaba de chegar ao diretório do PT

A informação é da GloboNews

04/03/2016 – 12:36

Veja a nota do Instituto Lula

Violência contra Lula afronta o país e o estado de direito

A violência praticada hoje (4/3) contra o ex-presidente Lula e sua família, contra o Instituto Lula, a ex-deputada Clara Ant e outros cidadãos ligados ao ex-presidente, é uma agressão ao estado de direito que atinge toda sociedade brasileira. A ação da chamada Força Tarefa da Lava Jato é arbitrária, ilegal, e injustificável, além de constituir grave afronta ao Supremo Tribunal Federal.

1) Nada justifica um mandado de condução coercitiva contra um ex-presidente que colabora com a Justiça, espontaneamente ou sempre que convidado. Nos últimos meses, Lula prestou informações e depoimentos em quatro inquéritos, inclusive no âmbito da Operação Lava Jato. Dezenas de testemunhas foram ouvidas sobre estes fatos alegados pela Força tarefa, em depoimentos previamente marcados. Por que o ex-presidente Lula foi submetido ao constrangimento da condução coercitiva?

2) Nada justifica a quebra do sigilo bancário e fiscal do Instituto Lula e da empresa LILS Palestras. A Lava Jato já recebeu da Receita Federal, oficialmente, todas as informações referentes a estas contas, que foram objeto de minuciosa autuação fiscal no ano passado.

3) Nada justifica a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-presidente Lula, pois este sigilo já foi quebrado, compartilhado com o Ministério Público Federal e vazado ilegalmente para a imprensa, este sim um crime que não mereceu a devida atenção do Ministério Público.

4) Nada justifica a invasão do Instituto Lula e da empresa LILS, a pretexto de obter informações sobre palestras do ex-presidente Lula, contratadas por 40 empresas do Brasil e de outros países, entre as quais a INFOGLOBO, que edita as publicações da Família Marinho. Todas as informações referentes a estas palestras foram prestadas à Procuradoria da República do Distrito Federal e compartilhadas com a Lava Jato. Também neste caso, o Ministério Público nada fez em relação ao vazamento ilegal de informações sigilosas para a imprensa.

5) Nada justifica levar o ex-presidente Lula a depor sobre um apartamento no Guarujá que não é nunca foi dele e sobre um sítio de amigos em Atibaia, onde ele passa seus dias de descanso. Além de esclarecer a situação do apartamento em nota pública – na qual chegou a expor sua declaração de bens – e em informações prestadas por escrito ao Ministério Público de São Paulo, o ex-presidente prestou esclarecimentos sobre o sítio de Atibaia em ação perante o Supremo Tribunal Federal, que também é de conhecimento público.

6) A defesa do ex-presidente Lula peticionou ao STF para que decida o conflito de atribuições entre o Ministério Público de São Paulo e o Ministério Público Federal (Força Tarefa), para apontar a quem cabe investigar os fatos, que são os mesmos. Solicitou também medida liminar suspendendo os procedimentos paralelos até que se decida a competência conforme a lei. Ao precipitar-se em ações invasivas e coercitivas nesta manhã, antes de uma decisão sobre estes pedidos, a chamada Força Tarefa cometeu grave afronta à mais alta Corte do País, afronta que se estende a todas as instituições republicanas.

7) O único resultado da violência desencadeada hoje pela Força Tarefa é submeter o ex-presidente a um constrangimento público. Não é a credibilidade de Lula, mas da Operação Lava Jato que fica comprometida, quando seus dirigentes voltam-se para um alvo político sob os mais frágeis pretextos.

O Instituto Lula reafirma que Lula jamais ocultou patrimônio ou recebeu vantagem indevida, antes, durante ou depois de governar o País. Jamais se envolveu direta ou indiretamente em qualquer ilegalidade, sejam as investigadas no âmbito da Lava Jato, sejam quaisquer outras.

A violência praticada nesta manhã – injusta, injustificável, arbitrária e ilegal – será repudiada por todos os democratas, por todos os que têm fé nas instituições e do estado de direito, no Brasil e ao redor do mundo, pois Lula é uma personalidade internacional que dignifica o País, símbolo da paz, do combate à fome e da inclusão social.

É uma violência contra a cidadania e contra o povo brasileiro, que reconhece em Lula o líder que uniu o Brasil e promoveu a maior ascensão social de nossa história.

04/03/2016 – 12:18

Lula deixa aeroporto de Congonhas

Ainda não há informações sobre o destino do ex-presidente. 

04/03/2016 – 11:48

Petistas gritam “Não vai ter golpe” em Congonhas

Segundo repórter da GloboNews, houve “pancadaria” entre manifestantes pró e contra Lula nos arredores do aeroporto. 

Em coro, um grupo de petistas diz “Lula, guerreiro do povo brasileiro”. 

04/03/2016 – 11:42

Termina depoimento de Lula em SP

Desde às 8h, Lula prestava depoimento no Aeroporto de Congonhas em São Paulo. 

No momento, Manifestantes se aglomeram em frente à unidade da PF no aeroporto e na rua da casa do ex-presidente em São Bernardo do Campo (SP).

Mais cedo, houve tumulto entre grupos pró e contra Lula em frente ao prédio em que ele mora. Os manifestantes tiveram que ser apartados pela polícia.

04/03/2016 – 11:15

Veja como foi a coletiva de imprensa sobre a 24ª fase

04/03/2016 – 11:14

Pagamentos da Odebrecht

Além da mão de obra, a Odebrecht pagou em dinheiro o material de construção. “É uma das formas elementares de lavagem de dinheiro”, diz o procurador Carlos Fernando.

04/03/2016 – 10:55

Triangulação

Duas empresas da família receberam recursos do Instituto Lula. Como as maiores doadoras do Instituto são empreiteiras, o MPF investiga se houve triangulação para favorecimento indireto.

Foram dois repasses: R$ 1 milhão e R$ 90 mil, segundo o procurador.

04/03/2016 – 10:53

Todas as nomeações de estatais sob suspeita

Todos os atos de nomeação de diretores de estatais estão sob investigação para saber se o aparelhamento das empresas se davam sob ordem da presidência.

04/03/2016 – 10:50

Zelotes x Lava Jato

Segundo o procurador Carlos Fernando, evidências encontradas no âmbito da Operação Zelotes serão enviadas para as autoridades competentes.

“Não fazem parte da Operação Lava Jato.”

04/03/2016 – 10:48

Presidente ou não, pouco importa

O fato de ser ainda ser presidente não gera implicações jurídicas para julgamento de crimes supostamente cometidos por Lula enquanto estava no Planalto.

04/03/2016 – 10:46

Dilma não é investigada

Segundo Carlos Fernando, a presidente Dilma Rousseff não é investigada.

“Não existe investigação de pessoa com foro privilegiado no Paraná.”

04/03/2016 – 10:44

O por que não houve prisão

Segundo o procurador Carlos Fernando, não foi pedida a prisão do ex-presidente, pois não há pressupostos necessários. Até agora, são “indicativos fortes”.

As investigações não são conclusivas para pedir a prisão, ele diz.

04/03/2016 – 10:42

A bolada: R$ 30 milhões

Entre doações e palestras, estão sob suspeita R$ 30 milhões. São R$ 20 milhões decorrentes de doações e R$ 10 milhões de palestras.

04/03/2016 – 10:40

O foco das operações é o ex-presidente, não seus filhos

Dinheiro que entrou no Instituto Lula pode ter aquecido o caixa de empresas dos filhos. A investigação vê se há motivos para contratar serviços dessas empresas ou se houve favorecimento.

Tudo ainda sob investigação.

04/03/2016 – 10:34

Delcídio ainda nem entrou no jogo

Os pedidos de busca e apreensão chegaram ao juiz federal Sérgio Moro há 15 dias, segundo o procurador Carlos Fernando.

Portanto, as investigações não têm qualquer relação com o vazamento da suposta delação do senador Delcídio do Amaral, divulgada ontem pela revista Istoé.

04/03/2016 – 10:32

As contas estão abertas

Houve quebra do sigilo bancário e fiscal do presidente Lula, que corre em sigilo de justiça.

04/03/2016 – 10:31

“Ainda não há nenhuma conclusão a respeito”

Segundo a procuradoria, as investigações são justamente para comprovar ou não a participação do presidente no esquema. Eles concluem apenas que o “benefício político” do esquema foi de usufruto do presidente Lula e da atual presidente Dilma Rousseff. 

“Estamos investigando também vantagens indevidas pagas ao ex-presidente, que é outro aspecto do crime de corrupção”, diz o procurador. “Ainda não há nenhuma conclusão a respeito.”

04/03/2016 – 10:26

Tudo pela segurança

O procurador Carlos Fernando diz que se marcada uma oitiva com antecedência, haveria problemas com segurança. A evidência são as manifestações que ocorrem em São Bernardo e no Aeroporto de Congonhas.

04/03/2016 – 10:22

São seis empreiteiras

As principais doadoras, segundo Carlos Fernando, são Camargo Corrêa, Odebrecht, Queiroz Galvão, UTC, Andrade Gutierrez e OAS.

04/03/2016 – 10:18

As empreiteiras são as principais fontes de renda

O procurador Carlos Fernando diz que 60% das doações do Instituto Lula foram feitas entre 2011 e 2014 por empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato. Mais: 47% das palestras também são para essas empreiteiras.

OAS e Odebrecht, além de serem doadoras, seriam as responsáveis por altas cifras nas reformas no Guarujá e Atibaia. 

04/03/2016 – 10:16

Quais as evidências?

“O conjunto de indícios é bastante significativo”, diz o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima. São citados os pedalinhos e, novamente, as reformas. Será aberto o sigilo do despacho ainda hoje.

Lula está sendo ouvido no Aeroporto de Congonhas desde as 8 horas da manhã.

04/03/2016 – 10:14

Não há ninguém isento de investigação no país

Procurador cita pagamentos de reformas no tríplex do Guarujá e no sítio de Atibaia como evidências de favorecimento a Lula e sua família. Isso, segundo a investigação, pode ser resultado de pagamentos de propina.

04/03/2016 – 10:11

Toda organização tem um comando

A procuradoria investiga a cadeia de comando, que vai além de José Dirceu e de João Vaccari Neto. A operação de hoje investiga justamente uma hipótese do papel de Lula no comando do esquema.

04/03/2016 – 10:09

Agora fala o procurador

O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima toma a palavra.

04/03/2016 – 10:09

Serviço tem que ser prestado

Estão sendo feitas diligência em empresas que contrataram palestras para apurar se houce serviço prestado, afirma Lima.

04/03/2016 – 10:08

Os ganhos que se confundem

Lima afirma que foi observada uma confusão estrutural entre as entidades, uma com receitas tributadas, outra com receitas isentas.

Ambas, ele diz, receberam recursos expressivos de 2011 a 2014 de duas dezenas de empresas e empreiteiras. Umas pagando palestras, outras doando recursos.

“As cinco maiores empresas que pagaram palestras são as mesmas que doaram os maiores valores ao Instituto Lula”, diz.

04/03/2016 – 10:04

Representante da Receita Federal toma a palavra

Roberto Leonel de Oliveira Lima, da Receita Federal, inicia falando sobre o acréscimo patrimonial dos investigados.

Foram concentradas as investigações nos ganhos da LILS Palestras e o Instituto Lula.

04/03/2016 – 10:02

PF detalha a 24ª fase da Operação Lava Jato

O delegado Igor Romário de Paula inicia a fala. São 33 mandados de busca, 11 mandados de condução coercitiva.

04/03/2016 – 10:01

PF detalha ação que mira Lula

Procuradores e delegados da Lava Jato contam detalhes sobre a ação que mira Lula, seus filhos e membros do PT. 

04/03/2016 – 09:47

Tumulto em protesto na frente de casa de Lula

Neste momento, há tumulto entre manifestantes na frente da casa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da SIlva em São Bernardo do Campo – onde a PF faz buscas na manhã de hoje. 

Aparentemente, manifestantes pró e contra Lula trocam insultos e agressões. 

No aeroporto de Congonhas, também há tumulto entre manifestantes. 

04/03/2016 – 09:43

Em nota, MP diz que Lula se beneficiou de corrupção

04/03/2016 – 09:21

No Twitter, PT diz que Lula é preso político

04/03/2016 – 09:19

Quem está na mira da operação Alethea

Além de Lula,  o presidente do Instituto que leva o nome do petista, Paulo Okamotto (foto), também é alvo de condução coercitiva.  Outras nove pessoas ligadas ao Partido dos Trabalhadores foram levadas a depor hoje. 

O ex-presidente teria sido levado para o Aeroporto de Congonhas, mas a informação não foi confirmada pela Polícia Federal.  

A Polícia Federal faz buscas na residência de Lula em São Bernardo do Campo, no apartamento de Lulinha, seu filho, no bairro de Moema em São Paulo, e na sede do Instituto Lula.

Agentes da PF também fazem buscas no sítio Santa Bárbara em Atibaia – que era frequentado por Lula – e no edíficio Solaris, no Guarujá, onde o ex-presidente é acusado de ter um triplex. 

Veja os detalhes da operação de hoje:

Rio de Janeiro (Capital) 2 mandados de Busca e Apreensão

Bahia (Salvador) – 5 mandados de Busca e Apreensão + 1 Condução Coercitiva

No entado de São Paulo: 

  • Capital – 18 mandados de Busca e Apreensão + 6 Conduções Coercitivas
  • São Bernardo do Campo – 5 mandados de Busca e Apreensão + 2 Conduções Coercitivas
  • Guarujá – 1 mandados de Busca e Apreensão
  • Diadema – 1 mandados de Busca e Apreensão + 1 Condução Coercitiva
  • Santo André – 1 mandados de Busca e Apreensão
  • Manduri – 1 mandados de Busca e Apreensão
  • Atibaia – 2 mandados de Busca e Apreensão + 1 Condução Coercitiva

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s