A origem curiosa de 8 palavras do mundo da bola em português

Professor Diogo Arrais, do Damásio Educacional, fala sobre etimologia de palavras ligadas ao futebol

* Escrito por Diogo Arrais, professor de Língua Portuguesa do Damásio Educacional

Em homenagem ao fim de mais uma temporada futebolística no Brasil, comento hoje sobre a origem e o significado de expressões do mundo da bola. Como tal esporte surgiu na Inglaterra, várias expressões têm ligação direta com o Inglês.

BOLA
A palavra provém do latim “bulla”. As primeiras referências datam-se de 2000 a.C feitas em paredes de tumbas egípcias.

CAMPEÃO
Sua origem é tão controversa quanto alguns campeonatos. Para alguns gramáticos, a palavra provém do latim “campione” (com clara influência do espanhol campeón). Para outros, a origem está na expressão germânica kampjo, que deriva de kamp, campo de batalha.

CHUTE
Provém do inglês shoot, que remete a “tiro, arremesso, lançamento”. É interessante notar que “chuteira” deriva de “chute”.

CÓRNER
Aportuguesado, o termo deve ser acentuado graficamente (em decorrência da regra dos paroxítonos). A palavra provém do inglês “corner”, que significa “canto”.

DRIBLE
Proveniente do verbo “to dribble”, que significa “enganar, fintar”.

FOLHA-SECA
Jogada criada pelo eterno meia Didi (1928-2001), do clube Botafogo, nas eliminatórias da Copa de 1958. Na partida contra o Peru, em 1957, na cobrança de uma falta, Didi fez a bola subir muito – em estranha trajetória – com rápida descida ao gol, lembrando uma folha seca ao cair do galho. Viva, Didi!

FUTEBOL
Forma aportuguesada do inglês “football”, é palavra composta de foot (pé) e ball (bola). No Brasil, alguns linguistas tentaram criar palavras para substituir o anglicismo: ludopédio, pebol, balípodo, pedibola, bodabolismo. Como língua é uso, aceitação social, nenhum desses termos jamais foi utilizado pelos falantes ou imprensa.

GANDULA
Bernardo Gandulla foi um jogador argentino que jogou no Vasco da Gama, em 1939. Como nunca entrava nos jogos devido à falta de habilidade, ficava à beira do campo, uniformizado, buscando a bola que saía do campo. A torcida acostumou-se a essa função de Gandulla e, com o tempo, os “buscadores de bola” passaram a ser conhecidos como gandulas.

Um grande abraço, até a próxima e siga-me pelo Twitter!

Diogo Arrais
@diogoarrais
Professor de Língua Portuguesa – Damásio Educacional
Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s