O que fazer quando a empresa não paga horas extras?

O que um advogado especialista em direito trabalhista recomenda para quem não está recebendo horas extras?

* Resposta de Marcelo Mascaro Nascimento, sócio do escritório Mascaro Nascimento Advocacia Trabalhista e diretor do Núcleo Mascaro

Nem sempre o funcionário que trabalha além da sua jornada normal tem direito ao recebimento de horas extras. Caso exista sistema de compensação ou banco de horas, o período trabalhado a mais em um dia poderá ser compensado em outro, por exemplo.

Não existindo, porém, um desses dois sistemas, o pagamento das horas extraordinárias é obrigatório. Se o empregador se recusar a pagá-las, restará ao trabalhador pedir seu pagamento na Justiça. Para isso é muito importante estar atento para as provas que podem ser usadas em juízo.

Primeiramente, é preciso verificar se o empregador está ou não obrigado a manter registro de ponto. A lei obriga a empresa que tiver mais de dez empregados a ter esse registro. Caso ela não o tenha, e o trabalhador venha a pleitear judicialmente horas extras, caberá à empresa provar que as horas não foram realizadas, sob pena de se presumir verdadeira a jornada alegada pelo trabalhador.

No caso de a empresa não estar obrigada a manter registro de ponto, o funcionário terá que provar judicialmente o trabalho extra. Um jeito de fazer isso é por meio de testemunhas que tenham conhecimento das horas extras realizadas. Outro é apresentar documentos que possam comprovar isso, como e-mails enviados após o horário normal de trabalho.

Situação mais difícil ocorre quando a empresa tem registro de ponto, mas este não condiz com a realidade como, por exemplo, quando o trabalhador marca sua saída, mas continua trabalhando. A existência do registro faz presumir que o horário ali anotado é verdadeiro.
Ainda assim, neste caso, o trabalhador poderá também se utilizar de testemunhas ou documentos para provar judicialmente o trabalho extraordinário e não recebido.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s