Tente achar lógica nesta regra gramatical do português

Professor Diogo Arrais, do Damásio Educacional, fala sobre o uso do hífen com o prefixo "sub"

* Escrito por Diogo Arrais, professor de Língua Portuguesa do Damásio Educacional

Como diz a professora e escritora Dad Squarisi: “Os casos de hifenização são de infernização!”. Tem toda a razão. Não há um padrão, não há uma lógica para o uso do “bendito” sinal.

Um verdadeiro quiproquó ocorre com o prefixo “sub”. Eis a recomendação ortográfica: usa-se o hífen quando os prefixos AB, OB, SOB, SUB aparecerem antes de B, H ou R. Exemplos: “sub-hemisférico”, “sub-hepático”, “sub-rogar”, “sub-rogado”; “subnutir”, “suboficial”, subordem”.

Por que, então, são ainda registradas oficialmente as formas “sub-humano” e “subumano”? Por que “sub-raça”, “sub-região” e “subraji”?
Nos manuais ortográficos, todas as vezes que aparece a palavra “sublinhar” está lá a recomendação: apesar de o termo ser grafado sem o uso de hífen, a pronúncia deve ser “sub-linhar”. Não seria mais fácil para o usuário da Língua já registrar a palavra com o uso de hífen?

Na semana passada, por exemplo, conversava com um importante advogado sobre isso: palavras como “sublinhar”, “sublocar”, “sublocado” (que não fazem uso de hífen) têm tudo para uma verdadeira infernização na escrita e na pronúncia.

Infelizmente, o mal-educado Novo Acordo Ortográfico desprezou diversos casos do hífen. 

Quem, por exemplo, nunca enfrentou problema envolvendo “SUB” e palavras iniciadas por “S”? Subsídio, subsidiar, subsequência – na pronúncia – só podem ter o som de S, de acordo com o padrão. Lembremo-nos sempre de “subsídio” e “subsolo” – tudo com som de S.

Nada disso ocorreria se houvesse a hifenização para todos os casos de SUB, facilitando para o usuário da língua pronúncia e grafia.

Um abraço, até a próxima e siga-me pelo Twitter!


Diogo Arrais
@diogoarrais
Professor de Língua Portuguesa – Damásio Educacional
Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s